Mercado imobiliário de alto padrão investe em sustentabilidade

O La Serena Plaza España, da A. Yoshii Engenharia, conta com diversas soluções sustentáveis Créditos: Divulgação

Aliar conforto e tecnologia sem esquecer do meio ambiente. Muitas construtoras estão apostando nesta tendência com projetos que garantem a economia de recursos naturais sem deixar de lado a qualidade do empreendimento e a segurança e comodidade dos profissionais que trabalham na obra e, posteriormente, dos moradores.

O lançamento mais recente da A.Yoshii Engenharia em Curitiba, o La Serena Plaza España, conta com diversas soluções sustentáveis que levam em consideração o desenvolvimento de tecnologias aliadas à sustentabilidade. O empreendimento contará, por exemplo, com vaga rotativa com totem para recarga de veículos elétricos.

Além disso, o La Serena terá dispositivos de economia de água nas unidades habitacionais, como limitadores de vazão nas torneiras e vasos sanitários. Tais mecanismos, somados ao sistema de reaproveitamento de água de chuva, localizado na área comum do empreendimento, resultam em uma redução do consumo de água em cerca de 18% para as unidades habitacionais e 38% para as áreas comuns.

O projeto de iluminação também foi pensado para reduzir o consumo de energia elétrica. “Automação, sensores de presença e demais itens estão sendo utilizados para garantir a eficiência elétrica na maioria dos ambientes internos e na área externa. Todo o empreendimento foi projetado para utilizar luminárias com LED, que, além do benefício de mais de 50% na economia de energia em relação às lâmpadas fluorescentes e halógenas, possui alta durabilidade, facilidade na manutenção e baixo impacto ambiental”, explica Cleber Casado, engenheiro da A.Yoshii Engenharia.

Obra sustentável

O conceito de sustentabilidade está presente em todas as fases da construção dos empreendimentos do grupo. No canteiro de obras são adotadas medidas de reutilização de água de chuva e tratamento prévio de água contaminada com resíduos de tinta, por exemplo. Além disso, resíduos gerados durante a obra, como sobras de madeira e da construção em alvenaria, são encaminhados para reciclagem.

“Há alguns anos buscamos melhorar continuamente nossos processos produtivos para deixá-los cada vez mais eficientes e com menos impactos ambientais. A empresa também conta com profissionais no quadro técnico com formação na área ambiental para acompanhamento e desenvolvimento frequente das práticas ambientais aplicadas ao canteiro de obras”, afirma Casado.

O empreendimento terá dispositivos de economia de água, como limitadores de vazão nas torneiras e vasos sanitários Créditos: Divulgação

Certificação

Em 2017, o Maison Legend Ecoville, outro empreendimento da A.Yoshii Engenharia que está sendo construído em Curitiba, recebeu o selo internacional de sustentabilidade AQUA-HQE (Haute Qualité Environnementale, traduzido como Alta Qualidade Ambiental), da Fundação Vanzolini.

De origem francesa, a certificação é um dos principais modelos de avaliação ambiental das construções no mundo e umas das líderes no Brasil com 454 edificações, mais de 8 milhões de m² de área construída e 48.000 unidades habitacionais avaliadas.

O projeto do Maison Legend Ecoville prevê uma economia de 18% de água por apartamento e 38% nas áreas comuns. Já na manutenção e limpeza 178.600 litros de água serão economizados por ano, devido ao sistema de reuso de água da chuva; e 3.141,2 Kw/h (cerca de R$2.000/mês, com base no preço do Kw/h cobrado) deixarão de ser comprados mensalmente da concessionária de energia, graças as práticas de sustentabilidade adotadas.

Central Press