Paraná tem cinco semifinalistas no Prêmio Itaú-Unicef

Notaparana

O Prêmio Itaú-Unicef divulga os cem projetos semifinalistas de sua 13ª edição. Entre eles, cinco são do estado do Paraná, nas cidades de Cambé, Londrina, Curitiba (dois) e Pinhais (confira abaixo).

Realizado há 23 anos, o objetivo do Prêmio Itaú-Unicef é identificar, estimular e dar visibilidade aos projetos que contribuem para garantir o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social. Este ano, a premiação se divide em duas categorias: Parceria em Ação, em que são reconhecidas parcerias entre organizações da sociedade civil (OSCs) e escolas públicas; e OSC em Ação, dedicada a projetos realizados exclusivamente pelas OSCs.

Nesta fase, foram selecionados 60 projetos na categoria OSC em Ação e 40 na categoria Parceria em Ação. Cada OSC receberá o valor de R$ 20 mil, já as parcerias receberão R$ 40 mil, sendo R$ 20 mil para a OSC e R$ 20 mil para a escola.

“A cada edição do Prêmio Itaú-Unicef são revelados projetos inovadores que mostram como é possível trabalhar na perspectiva da garantia de direitos de crianças, adolescentes e jovens com diferentes temas e ações, mas com a mesma finalidade. O formato adotado este ano, com duas categorias, visa ampliar o alcance e beneficiar um número maior de organizações, escolas e localidades”, explica Camila Feldberg, gerente de Fomento do Itaú Social.

Projetos semifinalistas no estado do Paraná:

 

Categoria OSC em Ação

 

“Refúgio – Construindo um mundo melhor”

Cidade: Cambé

OSC: Refúgio

“Batuque na Caixa”

Cidade: Londrina

OSC: Instituto Cultural Arte Brasil

“Construindo o Futuro”

Cidade: Curitiba

OSC: Rede Esperança

“Projeto Furacão Solidário: Calçar Pés para mudar vidas!”

Cidade: Curitiba

OSC: Instituto Atleta Bom de Nota

Categoria Parceria em Ação

“Projeto Socioeducativo Esporte, Cultura e Educação: Parcerias Transformando Cidadãos”

Cidade: Pinhais

OSC: Instituto Atleta Bom de Nota

Escola parceira: Escola Municipal José Brunetti Gugelmin

Etapas de premiação   

A partir deste grupo de cem semifinalistas será feita a seleção de 30 projetos finalistas, sendo 20 OSCs, que receberão mais R$ 40 mil cada, e 10 parcerias que serão premiadas com mais R$ 100 mil (R$ 50 mil para a OSC e R$ 50 mil para a escola). O anúncio dos finalistas será em outubro.

Em novembro, serão divulgados os seis projetos vencedores nacionais. A categoria OSC em Ação terá quatro premiadas por ordem de colocação (1º lugar R$ 150 mil, 2º lugar R$ 140 mil, 3º lugar R$ 130 mil e 4º lugar R$ 120 mil). Na categoria Parceria em Ação, serão duas vencedoras. O 1º lugar recebe mais R$ 400 mil e o 2º lugar, R$ 360 mil, valores divididos igualmente entre a organização e a escola.

Na 12ª edição, realizada em 2017, foram concedidos R$ 4 milhões em prêmios, beneficiando 19 mil crianças e adolescentes em todo o país. Desde a primeira edição, foram registradas mais de 17 mil inscrições e 1.750 cidades tiveram ações contempladas. Os projetos vencedores no ano passado foram: Circulando a Cultura na Escola (Major Sales / RN); Aluno repórter – a imprensa na escola (Bragança / PA); Projeto Olho Vivo (Niterói / RJ); Cultura, Esporte e Cidadania (Criciúma / SC).

 paula@tamer.com.br