Filmes que já retrataram o Transtorno de Personalidade Borderline nas telonas

Estima-se que o Transtorno de Personalidade Borderline (TPB) afete cerca de 6% da população mundial. No Brasil, o número de pessoas que sofre com o transtorno chega a 6 milhões. As principais consequências do paciente com TPB são a automutilação, o uso de drogas e álcool e tentativas sucessivas de cometer suicídio, sendo que até 10% deles chegam a se matar.

"Pacientes com características de TPB têm inundado os centros de saúde mental e consultórios particulares. Estima-se que 11% de todos os pacientes psiquiátricos ambulatoriais e 19% dos pacientes psiquiátricos internados preencham critérios para o Borderline", explica Beatriz Moura, psicóloga especialista em Transtorno de Personalidade Borderline. "É preciso conscientizar a população sobre a existência desse transtorno, pois o diagnóstico precoce e eficaz pode salvar muitas vidas", completa a psicóloga.

Embora pouco disseminada no Brasil, há muitos anos a doença é retratada nas telonas, em que atores famosos interpretam personagens com TPB. Confira a lista:

  • Atração Fatal (1987)

A vida de Dan Gallagher (Michael Douglas) não poderia estar melhor. Advogado de sucesso, ele vive um casamento feliz e tem uma linda filha. Até que um dia ele conhece a executiva Alex Forrester (Glenn Close), com quem tem um caso. A amante começa a exibir um comportamento descontrolado, obsessivo, instabilidade emocional e medo do abandono. Logo, Dan termina o breve relacionamento. Alex não aceita ser rejeitada e começa a fazer da vida de Dan um verdadeiro inferno.

  • Garota, Interrompida (1999)

Baseado no livro de memórias de Susanna Kaysen, que lutou para superar o Transtorno de Personalidade Borderline quando adolescente e jovem adulta, o filme, estrelado por Winona Ryder no papel principal, gira em torno dos 18 meses da estada de Kaysen em um hospital psiquiátrico, onde conhece pessoas que mudam sua vida, entre elas, Lisa Rowe (Angelina Jolie), uma charmosa sociopata que organiza uma fuga com Susanna, Georgina (Clea DuVall) e Polly (Elisabeth Moss), todas com o intuito de retomarem suas vidas normais.

  • Distúrbio Mortal (2002)

O sonho distorcido de felicidade de um homem se transforma no pior pesadelo da doutora Lila Coletti, estrelado por Gina Gershon, uma dedicada psiquiatra que ajuda perigosos criminosos a se regenerar. Mas quando seu insensível marido é misteriosamente assassinado, um dos seus pacientes extrapola o limite que existe entre verdade e fantasia. Agora, ele fará de tudo para conseguir seu amor e não aceitará não como resposta.

  • As Horas (2002)

Todas as três personagens principais em "As Horas", que incluem a autora Virginia Woolf, lutam contra o Transtorno de Personalidade Borderline, depressão e suicídio. O filme, que liga as mulheres de diferentes gerações ao livro de Woolf "Mrs. Dalloway" , é estrelado por Nicole Kidman, Meryl Streep e Julianne Moore.

  • Monster - Desejo Assassino (2003)

Charlize Theron se transforma para o papel da serial killer Aileen Wuornos em "Monster". Wuornos foi diagnosticada com Transtorno de Personalidade Borderline, o que pode ter contribuído para os comportamentos instáveis e a raiva que levaram-na a assassinar pelo menos seis homens.

  • Bem-Vindos ao Meu Mundo (2014)

Alice Klieg, vivida por Kristen Wiig, ganha uma fortuna na loteria. Imediatamente ela compra um horário em um canal de TV, vai para um cassino e cria um talk show, que tem como principal tema sua própria vida. Mas Alice não é uma pessoa muito fácil, ela tem Transtorno de Personalidade Borderline e desde que foi premiada parou de tomar medicamentos e ir à terapia.

 denise@oliverpress.com.br

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu