SOMA Galeria apresenta performance de Arthur Scovino durante a Gallery Night

O artista Arthur Scovino, que apresenta sua performance em duas partes. Quarta-feira na SOMA Galeria e quinta-feira no MON, sempre às 20h - Foto: Divulgação

A Bienal de Curitiba completa 25 anos e traz pela primeira vez em sua programação a Gallery Night, evento realizado na véspera da abertura, em 17 de outubro (quarta-feira), integrando galerias da capital paranaense, que na ocasião estarão abertas em horários estendidos, com o objetivo de aumentar o acesso às artes plásticas. O evento é gratuito e vai das 19h às 23h.

 

A curadoria foi feita por Malu Meyer, galerista que há mais de um ano dirige ao lado de Eduardo Cardoso Amato a SOMA Galeria. Formada em publicidade, atuou em diversas agências e produtoras antes de trabalhar no mundo das artes. Se especializou neste mercado estudando em Nova York e São Paulo.

 

O circuito da Gallery Night é composto por: SOMA Galeria, Casa da Imagem, Boiler Galeria, Estúdio e Galeria Teix, Riviso Galeria de Arte, Ybakatu Galeria de Arte, SIM Galeria, Simões de Assis Galeria de Arte, Zilda Fraletti Galeria de Arte, Zuleika Bisacchi Galeria de Arte e Ponto de Fuga. Cada uma delas terá uma programação especial para o evento.

Performance na SOMA Galeria

Para esta primeira edição da Gallery Night, a SOMA Galeria traz o artista fluminense Arthur Scovino, que realizará a performance “Aperreável nº03”, que foi apresentada em Moscou em 2016. Trata-se de um trabalho de meditação e reflexão inspirado nas lutas de mulheres pela independência da Bahia e do Brasil, fazendo uma conexão com o sagrado feminino.

Durante aproximadamente 45 minutos, dentro do círculo de carvão, o artista assobia a “Ave Maria” de Schubert enquanto envolve uma boneca com fitas coloridas, em um movimento mínimo e meditativo, até que se forme um casulo. O público pode optar por participar da meditação, ou passar pela instalação ativada pelo artista por alguns minutos.

Nascido na região metropolitana do Rio de Janeiro, Arthur Scovino mudou-se para Salvador em 2008 para estudar na Escola de Belas Artes da UFBA. Desde então, desenvolve suas pesquisas artísticas em torno do ambiente, da cultura e das relações afetivas e sociais, sobretudo na Bahia. Em 2013 recebeu dois prêmios dos Salões de Artes Visuais da Bahia e em 2014 participou da 3ª Bienal da Bahia e da 31ª Bienal de São Paulo. Foi indicado três vezes ao Prêmio PIPA. Em 2016 participou de exposições na Holanda e em Moscou.

Além da apresentação de Arthur Scovino, o público que comparecer à SOMA Galeria poderá apreciar a exposição “A Matéria da Memória”, que apresenta gravuras de Guita Soifer e Inna Cymlich, e uma obra fotográfica Daniel Katz.

Sobre a Bienal de Curitiba
Em edição comemorativa de 25 anos, a Bienal Internacional de Curitiba terá, além da mostra principal, diversas atividades e programações culturais ao redor da cidade. Neste ano, a proposta da Bienal é educativa, visando ampliar o diálogo entre público e artistas. Além disso, as exposições desta edição possuem caráter de retrospectiva, trazendo o trabalho de artistas que destacaram edições anteriores. A abertura será no dia 18 de outubro (quinta-feira) e se estenderá até 30 de dezembro de 2018.

 

Serviço:
Performance
Aperreável nº03”, com Arthur Scovino na Gallery Night

Local: SOMA Galeria
Endereço: Rua Brigadeiro Franco, 2137, Centro (Curitiba, PR)
Data e horários: 17 de outubro (quarta-feira), às 20h (a galeria estará aberta das 19h às 23h)

Informações: somagaleria@gmail.com
WhatsApp: (41) 99981-1613
Entrada gratuita

 

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu