Procura por procedimentos estéticos aumenta com a chegada do verão

Especialista dá dicas de cuidados com o pós operatório em cirurgias nessa época do ano

Com a chegada do período de férias, início de ano e carnaval, a preocupação com o corpo aumenta e também a busca por procedimentos estéticos, tanto em mulheres como homens. Alguns cuidados a mais devem ser tomados nesse período, pois, além do calor excessivo da estação é preciso evitar a exposição solar para evitar que as marcas da cicatriz fiquem em evidência.

O cirurgião plástico Bruno Legnani comenta que com a chegada do verão algumas cirurgias são mais procuradas, principalmente pelas mulheres. “É muito comum a procura pelas cirurgias de lipoaspiração, que corrigem a gordura localizada, proporcionando assim um corpo mais esculpido e torneado. Temos também uma procura acentuada por correção das mamas, tanto para o aumento mamário com o auxílio das próteses de silicone, como também para a redução das mamas, além das cirurgias corretivas de queda das mesmas”, comenta o cirurgião.

Segundo o especialista, algumas cirurgias são mais simples do que as outras e cada paciente tem o seu tempo necessário de recuperação. “Cada caso tem seu tempo especifico de pós-operatório, porém, é necessário e também muito importante conversar com o cirurgião plástico que realizou o procedimento para saber quanto tempo após a cirurgia o paciente poderá voltar a rotina normal sem riscos prejudiciais a cirurgia e também a saúde do paciente.”

No verão, os cuidados devem ser redobrados, devido ao risco de exposição ao sol. “O paciente não pode se expor ao sol, pelo risco de manchar a pele e aumentar as cicatrizes, comprometendo o resultado da cirurgia. Os pacientes também devem evitar os banhos de piscina e mar, como uma forma de se prevenirem contra uma possível contaminação das incisões cirúrgicas”, alerta.

O período de restrição solar vai depender do procedimento a ser escolhido, bem como das características da pele do paciente. “Pessoas com pele muito clara devem aguardar um período maior para se expor ao sol. O calor excessivo pode tornar mais propicio o aparecimento de edemas. É recomendado evitar a exposição ao sol por pelo menos 30 dias após o procedimento, fazendo também o uso de filtros solares, além de chapéus e bonés em caso de procedimentos faciais”, indica Legnani. “Em cirurgias maiores, principalmente nas que envolvem a lipoaspiração, a desidratação é um fator importante a ser prevenido. É necessário ingerir mais de três litros de água diariamente nos primeiros dias, evitando a hipotensão, que pode ser potencializada pelo calor excessivo”, completa.

Seja no verão ou no inverno, a dica é sempre seguir os conselhos do médico cirurgião. O melhor a fazer é planejar a cirurgia, e não fazer esses procedimentos com pressa, podendo assim reservar um tempo para o pós operatório para que os resultados saiam de acordo com os esperados.

Sobre Bruno Legnani:

O médico cirurgião plástico Bruno Legnani possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), tem residência médica em cirurgia plástica e microcirurgia pelo Instituto Nacional do Câncer e fellow internacional em cirurgia plástica estética na Akademikliniken, na Suécia

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu