Brasileiro é eleito executivo promissor por jornal de economia nos Estados Unidos

O Orlando Business Journal selecionou os 40 mais promissores executivos abaixo dos 40 anos do condado de Orange, onde fica a cidade de Orlando e dos condados de Seminole, Osceola, Lake, Volusia e Brevard, que fazem parte da região metropolitana de Orlando até parte da costa oeste da Flórida. Entre os selecionados está um brasileiro, que também é cidadão norte-americano, Leo Farias.

Leo Farias é CTO da FanHero, sigla para Chief Technology Officer, que significa o cargo mais elevado na área técnica de uma empresa de Tecnologia. Leo Farias é formado em Masters of Business pelo The Maryland Institute College of Art, em Baltimore, no estado de Maryland, Estados Unidos. Ele foi escolhido pelo trabalho pioneiro que desenvolve a frente da equipe de inovações da FanHero.

Os indicados do Orlando Business Journal precisam ter liderado alguma gestão de um projeto especial ou desafio, ou ter obtido resultados do lançamento de um novo produto ou serviço, ou ainda forte envolvimento com a comunidade local ou serem reconhecidamente líderes no seu setor. O prêmio foi entregue, em 8 de novembro, em cerimônia no Mango’s Tropical Café, em Orlando.

Leo Farias e equipe desenvolveram inúmeras iniciativas de plataformas e aplicativos que, com amplo engajamento dos fãs e inteligência nos negócios, ajudam os influenciadores e as organizações a atingir e gerar receita com 100% de seu público. Os aplicativos e plataformas da FanHero capacitam os criadores de conteúdo, permitindo o controle criativo total de suas marcas e mensagens, fornecendo acesso completo aos seus dados e abrindo novos canais de receita para o máximo de resultados. Entre os clientes da FanHero estão Disney, Academy of Country Music, Warner Music Group, Orlando City, Vasco da Gama, Corinthians, CBF, Felipe Neto e Zezé di Camargo & Luciano.

Neste momento, Leo Farias e equipe finalizam o desenvolvimento da versão 3 da plataforma de mídia social em vídeos com elevada qualidade (HD Quality, com maior resolução), muito requisitada em jogos esportivos e shows de música e com investimentos de mais de US$ 18 milhões. “A plataforma é muito apropriada para transmissões ao vivo e simultâneas, em vários canais (“Multi-Streaming”). Posteriormente, os vídeos gerados ao vivo podem ser salvos como postagens e visualizados sob demanda”, explica Leo Farias. Ele conta que o fã ainda pode interromper uma exibição e retomar do ponto em que parou a qualquer momento. “A tecnologia global, que utilizamos, pode ser vista em qualquer canto do mundo, também otimiza o conteúdo para diferentes larguras de banda, resoluções e dispositivos móveis e permite que o fã assista um vídeo ao mesmo tempo em que lê uma notícia, ou seja, ele é multitarefa”, completa.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu