Como o engajamento de funcionários gera crescimento para a empresa?

Você com certeza já leu muitos artigos e livros falando sobre a importância de ter funcionários satisfeitos. A maioria deles destaca que um funcionário satisfeito é um funcionário motivado e, portanto, mais produtivo. Mas a questão vai muito mais a fundo do que isso! Não se trata apenas de satisfação, mas de engajamento de funcionários. Também não se trata apenas de aumentar a produtividade individual, mas de gerar crescimento para a sua empresa. Neste artigo, você vai descobrir como isso é possível.

A DIFERENÇA ENTRE SATISFAÇÃO E ENGAJAMENTO DE FUNCIONÁRIOS

Pode parecer que os dois conceitos estão muito próximos, mas há uma diferença importante. A satisfação implica em que o colaborador recebe, do seu emprego e da relação com o empregador, aquilo que ele espera e deseja. Ele recebe um bom salário, benefícios, alguma forma de estabilidade.

Seja o que for, este emprego dá ao funcionário o que ele quer e, por esse motivo, ele está satisfeito. Este funcionário só vai aceitar outra proposta de emprego se ela tiver o potencial de oferecer mais satisfação do que ele encontra atualmente, na sua empresa.

O engajamento implica em que o colaborador não apenas recebe o que espera do emprego, mas também, por causa disso, ele desenvolve um vínculo de reciprocidade. Ou seja, ele vai querer também oferecer mais ao seu trabalho e à empresa. O funcionário engajado pode recusar propostas de trabalho “melhores” por causa deste vínculo.

Como você pode imaginar, só é possível existir engajamento se houver satisfação. Porém, apenas satisfação não é suficiente para gerar engajamento. O engajamento de funcionários se desenvolve através do desenvolvimento de uma relação saudável e colaborativa entre a empresa e a equipe.

BENEFÍCIOS DO ENGAJAMENTO DE FUNCIONÁRIOS


24

Uma vez que você consegue estabelecer esse tipo de relação com a sua equipe de funcionários, os benefícios do engajamento tornam-se óbvios. Aqui vão alguns exemplos.

UM FUNCIONÁRIO ENGAJADO É UM EMBAIXADOR DA SUA EMPRESA

Seja dentro ou fora do local de trabalho, um funcionário engajado sempre vai agir como um embaixador. Ele vai divulga-la, promover sua missão e valores, defende-la em qualquer discussão. Antes de tomar uma atitude, ele vai refletir sobre como aquele comportamento pode afetar a empresa. Em uma emergência, você poderá contar com esse funcionário para ajudar, mesmo que não seja parte de suas obrigações. Funcionários engajados realmente vestem a camisa da empresa. Imagine o quanto seria positivo ter uma equipe inteira de profissionais com esse perfil!

UM FUNCIONÁRIO ENGAJADO É UM FUTURO LÍDER

Você não quer colocar, em cargos de liderança, um funcionário que vai abandonar o barco assim que uma proposta de salário melhor aparecer. Os líderes são pilares da empresa e, por isso, é preciso escolher profissionais que estão completamente comprometidos com a sua empresa.

É por isso que os cargos de liderança devem ser dados aos funcionários mais engajados da sua equipe. Mesmo que eles tenham alguma falha em conhecimentos técnicos, isso pode ser resolvido com treinamentos e cursos. O mais importante é que eles valorizem a relação estabelecida com a empresa.

UM FUNCIONÁRIO ENGAJADO VAI ALÉM

O funcionário satisfeito realmente é mais motivado (se comparado a um funcionário insatisfeito) e, portanto, mais produtivo. Ele quer manter seu emprego enquanto a situação estiver favorável. Mas o funcionário engajado vai além; ele não apenas produz mais dentro da sua função.

O funcionário engajado tem um vínculo tão forte com a empresa que sua preocupação com o negócio não se limita à própria mesa. Se ele vê algo sujo, ele arregaça as mangas e limpa pessoalmente. Se ele vê algo que pode ser melhorado, ele faz sugestões, mesmo que seja em relação a outros setores. Ele demonstra proatividade, ou seja, visão e iniciativa para o trabalho.

COMO GERAR ENGAJAMENTO DE FUNCIONÁRIOS

25

Já falamos que o engajamento de funcionários depende da relação estabelecida entre eles e a empresa. Isso significa que não basta oferecer bons salários e benefícios. O vínculo da empresa com os funcionários vai muito além do financeiro.

Esta relação se constrói na maneira como os funcionários interagem com os gestores da empresa. Eles são ouvidos? Existe espaço para que eles demonstrem proatividade? Esse tipo de demonstração é reconhecida, na forma de feedback positivo?

O feedback, aliás, é um elemento importantíssimo para o engajamento dos funcionários. Perceber que seu trabalho está sendo observado e analisado incentiva o profissional a fazer mais. Essa é uma maneira simples, mas impactante, de valorizar o colaborador – o que ativa a reciprocidade, fazendo com que ele também valorize mais a empresa.

Outro elemento importante é a promoção de momentos de confraternização. Um exemplo comum são os eventos de final de ano. Essa é uma forma não-financeira de recompensar os funcionários, celebrando bons resultados.

Além disso, esses momentos também criam uma situação propícia para estabelecer uma relação mais próxima e humanizada entre a equipe e os gestores. Basicamente, queremos transmitir a mensagem de que os funcionários não são apenas números.

E, já que os funcionários não são apenas números – mas pessoas -, que tal criar ações de incentivo à qualidade de vida, à saúde e alegria no trabalho? Existem milhares de possibilidades que você pode aprender com as grandes empresas, como:

  • Implementação de horários de trabalho flexíveis
  • Oferecimento de alimentação saudável
  • Implementação de programas de educação corporativa
  • Criação de espaços para descanso e lazer dentro da empresa
  • Formação de clubes de esportes e outras atividades entre os funcionários
  • Criação de programas de reconhecimento do desempenho – oferecendo, por exemplo, uma viagem de incentivo aos funcionários que tiverem mais destaque

Mas, se você estiver convencido de que essas ações são muito complexas e o salário é a maneira mais prática de engajar seus funcionários, então é melhor pensar a longo prazo.

Não ofereça apenas uma remuneração competitiva hoje, mas uma perspectiva de crescimento objetiva e sólida – através do chamado “plano de carreira”. Veja isso não como um incentivo financeiro, mas como uma oportunidade de desenvolvimento para sua equipe.

Fonte: Copastur

Agilidade Gestão de pessoas e Soluções em RH – Rh em Curitiba
Site: http://www.agilidade.com.br

Comments are closed.