Da clínica ao campo, Homeopatia Veterinária é especialidade em ascensão

Levando em consideração as necessidades únicas de cada indivíduo, sob seu aspecto físico, comportamental e seu relacionamento com outros seres e o ambiente em que vive, e buscando, sobretudo, seu bem-estar e tratamento holístico, a Homeopatia tem se destacado também na Medicina Veterinária.

Na data em que celebramos o Dia Nacional da Homeopatia e a implantação desta ciência há quase 180 anos no Brasil, é importante lembrar o quanto a especialidade tem contribuído também para a saúde e o bem-estar dos animais, tanto com a prática na clínica de pequenos animais, quando nos processos de produção, com impactos positivos também na saúde humana, devido aos impactos na qualidade dos alimentos e no meio ambiente.

Reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) como especialidade desde 2014, a Homeopatia Veterinária conta atualmente com apenas 12 profissionais com título de especialista no Brasil, sendo três no Estado de São Paulo.

Segundo o médico-veterinário Prof. Dr. Fábio Manhoso, presidente da Comissão Técnica de Homeopatia Veterinária do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), existem poucos médicos-veterinários capacitados em Homeopatia Veterinária.

Em São Paulo, estima-se que apenas 300 profissionais estejam aptos a atuar com a especialidade, em um universo de mais de 34 mil médicos-veterinários registrados no Estado. A Comissão é uma recente conquista de representatividade para os profissionais que se dedicam a essa especialidade.

A Homeopatia Veterinária segue o mesmo princípio da especialidade utilizada nos tratamentos humanos, ou seja, de que o corpo possui a capacidade de se curar e, portanto, as fórmulas homeopáticas teriam a função de auxiliar a melhorar os processos naturais de cura e reequilíbrio do organismo.

Portanto, os tratamentos homeopáticos na Medicina Veterinária também levam em consideração as características individuais de vida, de alimentação e de ambiente para que o equilíbrio do organismo do animal seja uma estratégia de cura ou de ampliação do bem-estar.

O médico-veterinário Prof. Dr. Fábio Manhoso, presidente da Comissão Técnica de Homeopatia Veterinária do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), explica que a especialidade já deixou para trás o seu estigma de terapêutica alternativa. “O único paradigma é a falta de informação. O médico-veterinário muitas vezes enxerga o paciente e vê apenas sinais clínicos. Nós, médicos-veterinários homeopatas, temos que enxergar o paciente de uma forma geral, de maneira holística. É isso que pregamos com essa especialidade”, afirma.

 

Novos horizontes

Há 25 anos atuando com Homeopatia Veterinária, o Prof. Dr. Fábio Manhoso aponta que os tratamentos vêm extrapolando os muros dos consultórios veterinários urbanos. “Problemas dermatológicos, oncológicos e cardiológicos de cães e gatos não são os únicos focos de um médico-veterinário homeopata. Essa especialidade vem sendo adotada em zoológicos, com animais selvagens, e também tem transposto barreiras e indo ao campo, no trabalho com rebanhos”, completa.

No campo, a especialidade já está integrada aos processos de qualidade de diferentes tipos de produção, sendo destaque na Bovinocultura, Suinocultura, Piscicultura e até mesmo Apicultura. A partir dessas práticas pode-se identificar benefício direto à saúde humana. “A Homeopatia usada em animais de produção representa um grande ganho à humanidade, que consumirá alimentos e produtos de origem animal com menor índice de resíduos químicos”, elucida Manhoso.

 

Sanidade e impactos ambientais

O médico-veterinário homeopata pode ser reconhecido também como um agente de saúde pública. O controle mais efetivo das zoonoses, por exemplo, gera menor impacto ambiental quando realizado dentro dos processos da terapêutica homeopática.

Estratégias sustentáveis de controle de ectoparasitas (que se instalam fora do corpo do animal) e de endoparasitas (que ficam no interior do hospedeiro) estão sendo desenvolvidas a partir de produtos homeopáticos, reduzindo resíduos e o impacto ambiental. “Por isso, eu classifico a Homeopatia como uma terapêutica que visa a Saúde Única, conceito da Organização Mundial da Saúde, capaz de atingir a saúde animal, ambiental e da humanidade”, completa o Prof. Dr. Fábio Manhoso.

 

Sobre o CRMV-SP

O CRMV-SP tem como missão promover a Medicina Veterinária e a Zootecnia, por meio da orientação, normatização e fiscalização do exercício profissional em prol da saúde pública, animal e ambiental, zelando pela ética. É o órgão de fiscalização do exercício profissional dos médicos-veterinários e zootecnistas do Estado de São Paulo, com mais de 35 mil profissionais ativos. Além disso, assessora os governos da União, Estados e Municípios nos assuntos relacionados com as profissões por ele representadas.

 

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA E AGENDAMENTO DE ENTREVISTAS:
Apex Agência - Conteúdo Estratégico
www.apexagencia.com.br
Sandra Cunha - (11) 99694 8607 / sandracunhapress@terra.com.br
Alisson Caetano - (41) 99125 8469 / (41) 3408 8155 / alisson@apexagencia.com.br

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu