Incubadora tecnológica da Sudotec, de Dois Vizinhos, é a primeira do sudoeste do PR a conquistar certificação do Cerne

A região sudoeste do Estado registrou a primeira incubadora certificada pelo Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne). A Incubadora Tecnológica da Associação para o Desenvolvimento Tecnológico do Sudoeste do Paraná (Sudotec), de Dois Vizinhos, recebeu, no mês de outubro, o resultado oficial, anunciado pelo Instituto Becker, responsável pela certificação do modelo.

A incubadora da Sudotec foi avaliada para a categoria Cerne 1 (são cinco níveis), composta por oito processos e 33 práticas. O presidente da Sudotec, Sidnei Batistella, relata que a busca pela certificação do Cerne foi intensificada desde 2017.

“Ao longo desses dois anos, nos preparamos, fizemos ajustes, implantamos controles de indicadores, tanto da incubadora quanto das empresas incubadas. A busca pela certificação resultou em melhoria nos processos, o que permitirá maior desempenho da incubadora e melhores resultados junto às incubadas”, prevê Batistella.

O presidente da Sudotec resume a conquista da certificação com a profissionalização da gestão. “Exigiu recursos financeiros, adequação de processos internos e também de consultorias para fazer as implementações. O Sebrae/PR foi parceiro no processo, auxiliando em consultorias e mentorias para que pudéssemos executar as mudanças”, completa Sidnei Batistella.

O Cerne recebe aporte financeiro do Sebrae e da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec). O consultor do Sebrae/PR, Elizandro Ferreira, explica que o investimento realizado junto ao centro de referência busca a qualificação da gestão das incubadoras.

“As incubadoras de empresas de base tecnológica são o alicerce do desenvolvimento de novas tecnologias para o mercado, bem como a competitividade dos setores produtivos, processo esse amplamente ratificado em regiões e países com alto nível de desenvolvimento econômico”, contextualiza Elizandro.

O consultor enfatiza o trabalho realizado em Dois Vizinhos. “Repercute em toda a região e faz da Sudotec um dos principais atores regionais no processo de desenvolvimento tecnológico do Sudoeste”, aponta.

Marinete Camilo, coordenadora da Incubadora Tecnológica da Sudotec, detalha que entidade faz parte da Rede Paranaense de Incubadoras e Aceleradoras de Empreendimentos Inovadores (ReinovaPR), que conta com 17 incubadoras, todas envolvidas na certificação do Cerne (algumas já buscando o nível 2, como a de Cascavel – a incubadora de Pato Branco será avaliada para o nível 1 neste mês de novembro).

“No nível 1, são oito processos e 33 práticas para a boa gestão. Cabe à incubadora definir atividades para executar os processos e práticas mais adequadas ao ambiente em que está inserida. Dos oito processos, apenas um não está ligado aos empreendedores incubados”, salienta.

Marinete afirma que os ganhos junto aos incubados já são perceptíveis, graças ao monitoramento implantado, com os registros dos indicadores das empresas. E elogia as participações do Sebrae Nacional e Sebrae/PR.

“O Cerne prevê consultorias em cinco eixos e a primeira remessa delas aconteceu por meio de parceria com a Regional Sul do Sebrae/PR. É uma engrenagem muito bacana, com o primeiro suporte do Sebrae/PR e os recursos do Sebrae Nacional, lançando alguns programas que nossos empreendedores podem participar”, lista a coordenadora.

Informações para a imprensa:
Savannah Comunicação Corporativa - empresa licitada do Sebrae/PR
Assessoria de Imprensa Regional Sul: Antônio Menegatti - (46) 99912-9002
Adriano Oltramari – Jornalista do Sebrae/PR - (41) 3330-5895 - www.pr.agenciasebrae.com.br

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu