Minoxidil: saiba como aplicar o medicamento que promete dar fim à queda capilar

No ramo da beleza, um dos medicamentos mais comentados dos últimos tempos é o Minoxidil, ativo que auxilia em tratamentos de calvície e queda de cabelo, além de poder ser usado para acelerar o crescimento da barba. “Geralmente encontrado nas farmácias na concentração de 5%, o Minoxidil age aumentando a circulação sanguínea do couro cabeludo e melhorando a oxigenação da região. Dessa forma, o medicamento prolonga a fase anágena, ou seja, a fase de crescimento do cabelo e promove o crescimento de fios mais fortes e saudáveis”, explica a dermatologista Dra. Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da American Academy of Dermatology (AAD). “Mas, apesar da maioria das pessoas saber para que o medicamento serve, nem todo mundo sabe aplicar o produto”, acrescenta a médica.

Segundo a Dra. Valéria, para aplicação correta, primeiro deve-se dividir o cabelo em cinco partes e, começando pelo centro, é preciso que você aplique 5 borrifadas de Minoxidil em cada uma delas, em seguida massageando o couro cabeludo até completa absorção do produto. “Para se ter uma ideia da quantidade recomendada, o ideal é que, após o uso, o couro cabeludo esteja levemente umedecido. Lembrando que um frasco de Minoxidil deve durar, em média, um mês”, afirma. “Além disso, o ideal é aplicar o produto nos cabelos, no mínimo, uma vez por dia, de preferência após o banho e antes de dormir. Já no caso do uso do medicamento para o crescimento da barba, o recomendado é que seja aplicado logo após a limpeza da pele, para ajudar na penetração desse ingrediente.”

Os resultados normalmente demoram de seis a doze meses após o início do tratamento para ficarem visíveis. E é importante ressaltar que, em alguns casos, o Minoxidil pode causar uma queda temporária nas primeiras semanas do tratamento. “Este efeito é perfeitamente natural e não há motivo para se preocupar. Isso por que o medicamento, além de prolongar a fase de crescimento do cabelo, também faz com que os fios que estão na fase telógena, a fase terminal, caiam mais rápido para que novos fios possam nascer”, completa a dermatologista.

Porém, é fundamental lembrar que o Minoxidil é um medicamento e não um elixir milagroso. Logo, ele não funcionará em todos os casos, pois alguns tipos de calvície e alopecia precisam de tratamentos específicos. Nestes casos, o melhor a se fazer é consultar um dermatologista ou tricologista. “No caso dos tratamentos em cabine, há opções como microagulhamento com drug delivery, lasers fracionados não ablativos e aplicação posterior do drug delivery com substâncias como o minoxidil e vitaminas como biotina, piridoxina, b-pantenol, enfim, existe um mix muito grande de vitaminas que usamos logo após os procedimentos”, destaca a médica.

Além disso, existem outros tratamentos que podem ser feitos em casa, como o uso de bonés de LED na cor vermelha que utilizam da tecnologia LLLT (Terapia de Laser de Baixa Potência) “A luz vermelha no comprimento de 660 nanômetros fornece energia, na medida em que a estrutura celular localizada nas membranas da mitocôndria são estimuladas a produzir mais ATP nas células. Com mais energia e nutrientes, as células operam em condições otimizadas no desempenho de suas funções, o que promove um aumento da quantidade e volume dos fios, que também ficam mais grossos”, explica a especialista. “Mas qualquer um destes tratamentos é feito após a averiguação clínica do paciente utilizando de dosagens laboratoriais, exame de tricoscopia capilar, avaliação de fotos do couro cabeludo e raízes dos fios para registro e diagnóstico do tipo de alopecia e grau de comprometimento. Ou seja, o tratamento vai variar caso a caso e sempre o dermatologista especialista que vai escolher a melhor conduta”, finaliza a Dra. Valéria Marcondes.

Fonte: Dra. Valéria Marcondes – Dermatologista da Clínica de Dermatologia Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia. Foi fundadora e é membro da Sociedade de Laser. www.valeriamarcondes.com.br .  paula.amoroso@holdingcomunicacoes.com.br

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu