Novembro Azul: diagnóstico e tratamento precoce do câncer de próstata pode trazer a cura

Especialista explica principais sinais e como o diagnóstico nos primeiros estágios da doença pode auxiliar no tratamento

O câncer de próstata é a terceira principal causa de morte por câncer em homens, seguido apenas pelo câncer de pulmão e o câncer colorretal. Estimativas do Instituto Nacional do Câncer apontam que, no Brasil, a doença apresenta 62 mil novos casos e 13 mil óbitos por ano.

De acordo com uma pesquisa do Centro de Referência da Saúde do Homem de São Paulo do Sistema de Saúde Pública (SUS), divulgada em 2016, o número de homens que procuram um médico para fazer uma consulta preventiva é 30% menor que o de mulheres, e 60% dos pacientes chegam ao serviço com doenças em estágios avançados.

Segundo o médico oncologista do IHOC - Grupo Oncoclínicas, Elge Werneck, o câncer de próstata é considerado um câncer de terceira idade, já que é muito comum após os 50 anos. “Os estudos indicam que um em cada sete homens terá o problema, sendo mais frequente naqueles que possuem parentes de primeiro grau que tiveram o câncer, porém, quando a doença acomete homens com menos de 50 anos, pode estar associado a mutações genéticas hereditárias”, afirma.

O médico explica que o câncer de próstata, em geral, cresce muito lentamente e grande parte das vezes não produz sintomas na fase inicial. “Dores nas costas, nas pernas e nos quadris podem ser sinais da doença Avançada. O ideal é ter o diagnóstico numa fase bem mais precoce ”, afirma, lembrando que em alguns casos, o câncer de próstata somente é diagnosticado quando ele se dissemina para outras regiões do corpo, o que diminui a possibilidade de cura da doença

Segundo o médico, o câncer de próstata tem cura em 90% dos casos. “Uma boa alimentação rica em grãos e cereais integrais, atividades físicas e a realização de exames de rotina são fundamentais para a prevenção da doença”, alerta o especialista, lembrando que é indicado que todos os homens com mais de 50 anos de idade façam pelo menos uma vez ao ano o exame de toque retal e de sangue, pois quanto antes o câncer de próstata for diagnosticado, maiores são as suas possibilidades de cura.

O  PSA - Dosagem do Antígeno Prostático Específico -  é um dos marcadores tumorais mais solicitados pelos médicos em todo o mundo, e também é utilizado para revelar inflamações ou traumas na próstata e o crescimento benigno da glândula  “O PSA pode estar normal ou aumentado e a dosagem é realizada por amostra de sangue. Geralmente, até 2,5 ng/ml do antígeno no sangue é considerada uma taxa normal. Acima disso, o médico decidirá a necessidade de novos exames ou apenas os seguimento com novas dosagens seriadas ”, explica o bioquímico e responsável técnico do LANAC, Marcos Kozlowski. Ainda, a taxa elevada desse antígeno indica um problema de funcionamento da próstata, mas não é suficiente para diagnosticar o câncer. “Por isso é necessário que os pacientes realizem exames complementares e consultem regularmente um médico de confiança”, completa o especialista.

Sobre o IHOC

O Instituto de Hematologia e Oncologia Curitiba (IHOC), fundado em 2000, é um centro de tratamento médico multidisciplinar, com foco no tratamento de pacientes com tumores e doenças hematológicas. A estrutura é preparada para procedimentos de alta complexidade. Desde o início de 2017, se uniu ao Grupo Oncoclínicas. Mais informações sobre o instituto podem ser conferidas no site www.ihoc.com.br.

Sobre o Grupo Oncoclínicas

Fundado em 2010, o Grupo Oncoclínicas é o maior grupo especializado no tratamento do câncer na América Latina. Possui atuação em oncologia, radioterapia e hematologia em 11 estados brasileiros. Atualmente, conta com mais de 60 unidades entre clínicas e parcerias hospitalares, que oferecem tratamento individualizado, baseado em atualização científica, e com foco na segurança e o conforto do paciente.

Seu corpo clínico é composto por mais de 450 médicos, além das equipes multidisciplinares de apoio, que são responsáveis pelo cuidado integral dos pacientes. O Grupo Oncoclínicas conta ainda com parceira exclusiva no Brasil com o Dana-Farber Cancer Institute, um dos mais renomados centros de pesquisa e tratamento do câncer no mundo, afiliado a Harvard Medical School, em Boston, EUA. Para obter mais informações, visitewww.grupooncoclinicas.com.

Sobre o LANAC:

Há 27 anos, o LANAC - Laboratórios de Análises Clínicas se diferencia por se manter, com orgulho, como empresa 100% paranaense. A empresa possui 43 unidades de atendimento em diversos bairros de Curitiba, além da Região Metropolitana, Rio Branco do Sul, Foz do Iguaçu e Santa Catarina. Hoje, o laboratório oferece mais de dois mil tipos de exames, além de coleta domiciliar e assessoria científica para médicos e conta com mais de 400 colaboradores. Recebe exames de 25 laboratórios, atuando como laboratório de apoio. A sede central, com 1.200 m², é o maior centro de análises clínicas de Curitiba. A empresa participa de testes de proficiência do Controle Nacional de Qualidade da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, com nota excelente desde 1992 e mantêm a certificação ISO 9001/2015 atualizada desde 2004.

www.lanac.com.br

Talvez você se interesse por estes artigos

Conhecida como equilíbrio entre três fatores fundamentais, a Hipertrofia tem se tornado tendência entre os que tem, como parte de sua rotina, a prática de...
Fechar Menu
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com