Você sabe como um analgésico funciona no organismo?

A dor pode ser um aviso do nosso corpo de que alguma coisa não está funcionando bem, ou uma reação quando temos uma lesão.  Embora a dor possa nos proteger, forçando-nos a descansar ou parar de fazer algo, a experiência de sentir dor é desconfortável e pode ter um efeito negativo na qualidade de vida. A dor pode aumentar o estresse, interromper o sono e causar ansiedade, por isso os objetivos do tratamento são a redução da dor e melhora da função da área afetada. Dessa forma, é preciso ser criterioso para escolher a melhor solução para acabar rapidamente com a dor, seja ela de cabeça, nas costas, muscular ou cólica menstrual.

Quando uma região está dolorida, um alerta percorre o sistema nervoso até chegar ao cérebro, que responde com a sensação de dor. Assim, sabemos que algo errado aconteceu. É importante, porém, perceber a intensidade do incômodo (leve, moderado ou intenso) e ficar atento ao tempo de duração, que determina se a dor é aguda ou crônica. A dor aguda começa de repente e geralmente não dura muito tempo.

“Se a dor for intensa ou persistir por mais tempo, é importante procurar um médico para pesquisar as causas. Já as dores agudas podem ser tratadas com analgésico que aja rapidamente no foco da dor, com bom perfil de segurança e que seja suave para o estômago[1],[2],[3]”, explica o gerente médico da Pfizer Consumer Healthcare, Andres Zapata.

Em ação

Entenda o que acontece quando você utiliza Advil para combater dores na cabeça, nas costas, musculares e cólicas menstruais.

- Passo 1: ao chegar ao estômago, a cápsula líquida se desintegra, liberando o princípio ativo do medicamento (ibuprofeno). O analgésico é absorvido rapidamente a partir de 10 minutos.

Já outros analgésicos, em formato de comprimidos convencionais, precisam de mais tempo para ser dissolvidos, com o início da ação analgésica um pouco mais demorado.

Passo 2: o princípio ativo é, então,  direcionado para os lugares onde a dor está sendo gerada, dessa forma, atua exatamente no local do incômodo.

Passo 3: a ação do ibuprofeno, princípio ativo de Advil, bloqueia o envio de “alertas” ao cérebro e a resposta com a sensação de dor. Assim, o incômodo é cessado por um período prolongado, de até 8 horas, transformando a dor em uma memória distante.

Analgésicos são uma solução importante para aliviar rapidamente a dor. “É normal que um consumidor procure um analgésico rápido, eficaz, que age diretamente no local da dor, duradouro e seguro sendo suave com o estômago. Além disso, é essencial ler sempre a bula e respeitar as doses máximas diárias e o tempo do tratamento”, finaliza Zapata.

 

saude3@ketchum.com.br

Talvez você se interesse por estes artigos

Considerados como membros da família, os pets têm ocupado um espaço cada vez maior nas casas, com mais proximidade e compartilhamento de tempo. A mudança...
Neste Novembro Azul, a Sociedade Brasileira de Mastologia alerta que os homens também podem ser acometidos pelo câncer de mama. Apesar de a doença atingir,...
Fechar Menu