Estudante de Curitiba traz para o Paraná medalha de ouro em olimpíada nacional de matemática

Aos 12 anos de idade, Breno Taques Mussi Endres é o único estudante de escola particular do Paraná a ganhar medalha de ouro no nível 1 (6º e 7º anos) na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas (OBMEP) 2018. Aluno do Colégio do Bosque Mananciais, de Curitiba, Breno realizou as provas que contaram com mais 18,2 milhões de participantes do Ensino Fundamental II e Médio de todo o país e vai receber a sua premiação em uma cerimônia que será realizada no ano que vem no Rio de Janeiro.

Do total de alunos que realizaram as provas da OBMEP, 425 mil vieram de escolas particulares. Apenas 25 alunos de cada nível (I – 6º e 7º anos, II – 8º e 9º anos e III – Ensino Médio) conseguiram medalhas de ouro. Para os estudantes de escolas públicas, o número de medalhas distribuídas é maior – 100 para cada nível. Essa foi a 14ª edição da Olimpíada, um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Além de representar o Paraná no seu nível na OBMEP, Breno coleciona neste ano uma série de outras premiações em olimpíadas do conhecimento: medalhas de ouro na Canguru de Matemática – cerca de 330 mil participantes (1% conseguem ouro), na Olimpíada Paranaense de Matemática (OPRM), realizada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e que contou com 12 mil participantes, e na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), que teve mais de 770 mil concorrentes. “É interessante participar dessas disputas porque podemos concorrer com alunos de diversos lugares do Brasil”, comenta o garoto.

Colégio – Os resultados do Breno confirmam a qualidade educativa do Colégio do Bosque Mananciais. Em seu nono ano de funcionamento em Curitiba, a instituição é a única do Paraná que utiliza desde o Ensino Fundamental I o Sistema de Ensino Poliedro, líder em aprovação nos principais vestibulares do país. O projeto educativo é baseado em Fomento Centros de Ensino, da Espanha, que foca na educação personalizada completa – procurando desenvolver o aluno em todas as suas dimensões (física, emocional, social, intelectual, transcendente) e sempre tendo a família como centro da educação.

Com cerca 350 alunos, 120 deles na Unidade Bosque (Ensino Fundamental I, II e Médio), onde estuda Breno, o Colégio bateu, neste ano, o seu recorde de medalhas em Olimpíadas do Conhecimento.  Na Canguru de Matemática, foram 18 medalhistas, entre ouro, prata, bronze e honra ao mérito. Na OBA, foram 15 medalhistas, entre ouro, prata e bronze; na OPRM foram três (ouro, prata e bronze), na OBMEP, além do único ouro no nível 1 do Paraná, o colégio ganhou mais duas menções honrosas nas outras categorias. O Colégio ainda participa da seletiva para a fase internacional da OBA e aguarda resultados das olimpíadas nacionais de Física e de linguística. Os alunos que se destacaram em todas essas competições receberão suas medalhas na cerimônia de encerramento do ano, que acontecerá na noite da sexta-feira, dia 7, na Unidade Bosque.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu