5 hábitos que prejudicam sua saúde bucal

0
583

Dizem que o nosso sorriso é um dos nossos cartões de visita. Então, cuidar bem dele é fundamental, não apenas pela beleza, mas também – e principalmente – pela saúde. E muita gente não sabe, mas alguns hábitos ruins podem prejudicar nossa saúde bucal.

Segundo a dentista clínica geral, especialista em Dentística, Prótese e Reabilitação Oral dra. Cláudia Nassif, do Hospital Otorrinos Curitiba, é preciso ficar atento a algumas ações que fazemos no dia a dia e que por vezes passam despercebidas.

“Às vezes esquecemos de escovar os dentes depois do almoço, mastigamos de um lado só ou, ainda, descontamos nosso estresse roendo as unhas. E esses são alguns hábitos que podem, a curto prazo, prejudicar a saúde dos nossos dentes”, explica a especialista.

Para fazer o alerta, a dra. Claudia listou cinco hábitos que prejudicam a saúde bucal e que, se você está fazendo, deve eliminá-los da sua rotina o quanto antes. Confira:

1- Esquecer de passar fio dental

Se você é daqueles que faz vistas grossas ao passar fio dental porque é ‘chato, demora e não tem muita necessidade’, precisa ficar atento. De acordo com Cláudia, a falta da limpeza correta com o uso do fio dental “pode causar gengivite (inflamação na gengiva), periodontite (inflamação e infecção dos ligamentos e ossos que dão suporte aos dentes), tártaro (acúmulo de placa bacteriana), retração gengival, cáries entre os dentes, entre outros problemas”, afirma. Também podem ocorrer doenças periodontais, resultando na perda do dente, além de doenças sistêmicas como endocardite (grave doença infecciosa no coração).

O uso correto do fio dental ajuda a remover os resíduos de alimentos nas áreas em que as cerdas da escova não conseguem chegar, além de ajudar a remover as placas bacterianas.

2 – Não trocar a escova de dentes

Sabe aquela escova que já está completando até aniversário no seu banheiro e que você não faz ideia de quando a comprou? É preciso rever a validade desse objeto tão importante para a sua saúde bucal. A dra. Claudia lembra que a troca da escova de dentes deve ser a cada três meses, no máximo (segundo a Associação Dental Americana), ou antes que as cerdas da escova fiquem desfiadas.

3 – Esquecer de escovar os dentes após as refeições

Escovar os dentes após as refeições é fundamental para manter a saúde da boca em dia. A falta da higienização ocasiona o mau hálito e a proliferação de bactérias.

“A falta de higiene (escovação e uso do fio dental) pode fazer com que os dentes amoleçam e caiam. Por isso, é recomendável escovar os dentes e usar o fio dental no mínimo três vezes ao dia depois de cada refeição, respeitando um intervalo de 30 minutos após a refeição até que o pH bucal se estabeleça”, complementa a dentista.

4- Mastigar de um lado só

Você já reparou se mastiga dos dois lados na mesma proporção? Saiba que a mastigação de um lado só pode causar assimetria facial e crescimento da mandíbula (osso inferior da boca).

Segundo Claudia, a mastigação unilateral também pode causar assimetria dos olhos, além de o lado em que o paciente mastiga ficar mais baixo que o outro e o sorriso ficar inclinado. “Também podem ocorrer problemas na ATM (articulação temporomandibular), estalos e dor de cabeça. O trauma excessivo em alguns dentes pode causar a perda do osso que os envolvem”, acrescenta.

5- Roer unhas

Pode parecer um hábito bobo, mas roer as unhas (o termo técnico é oniconfagia) pode ser sinônimo de estresse, ansiedade e nervosismo. Além disso, esse mau costume pode também ocasionar desgastes e trincas no esmalte dental dos incisivos, podendo gerar cáries nessas áreas e recessão gengival.

“Sem falar que as unhas armazenam grande quantidade de bactérias e sujeitas, por isso vale prestar atenção nesse vício muitas vezes involuntário”, finalizou a dentista.

Diretor Técnico: Dr. Ian Selonke CRM-PR 19141 | Otorrinolaringologia