Mi Buenos Aires querido

Do tango a gastronomia, conheça os encantos da capital argentina

Buenos Aires é chamada de Paris da América Latina. Foto: divulgação

Certamente das riquezas que marcam Buenos Aires o tango propagado por Carlos Gardel é a mais lembrada mundo afora. Não à toa os shows desta arte são passagem obrigatória para quem visita a capital. E o Madero Tango oferece uma experiência única de dança e canto, combinada com culinária de primeira. Localizado em uma impressionante sala de estar com uma bela vista do rio e da cidade, a noite promete ser inesquecível.

Aproveite esse show de tango musical que combina teatro, música e dança, em uma jornada histórica que conta o início desse gênero musical e seu desenvolvimento até hoje.
Foto: divulgação

Mas não só de tango vive a Argentina. O próprio Puerto Madero, bairro do espetáculo de tango, é um convite para uma caminhada despreocupada. A área portuária revitalizada e que hoje tem excelente restaurantes, é um ótimo passeio, principalmente para conhecer esse lado moderno da cidade. Passeando por lá, aproveite para visitar a Puente de la Mujer e a Fragata Sarmiento, que atualmente funciona como museu.

Mesmo para os não tão apaixonados por futebol visitar os estádios do Boca Juniors e River Plate promete ser convidativo, especialmente se puder assistir a um jogo na Bombonera. É também possível desfrutar do museu da Paixão Boquense e conhecer a história do clube, o vestiário e os assentos.

Você pode conhecer a história das duas equipes mais importantes de Buenos Aires neste passeio pelos dois estádios, bem como pelos museus. Foto: divulgação

Outro passeio que deve ser anotado é a visita a cidade de Luján, famosa pela Basílica Nacional de Nossa Senhora de Luján e a pelo Zoológico que permite estar em contato com animais silvestres, como leões e tigres, é também uma vivência única e especial.

Desfrute de uma experiência onde você pode tirar fotos com animais selvagens, como elefantes, leões e tigres. Foto: divulgação

Gastronomia

Para quem se permite visitar Buenos Aires, comer uma parrilla é parte fundamental desta experiência. Dificilmente se provará uma carne como a servida na Argentina. Nas casas especializadas, é comum ver brasileiros se fartando – e harmonizando a refeição com vinhos de ótimo preço. E na lista não pode faltar o doce de leite, que pode vir in natura ou dentro de alfajores, e as empanadas, que substituem de forma rápida e econômica uma refeição.

Experiências imperdíveis

• Vale reforçar o passeio sem pressa por Puerto Madero;

• Ir até a Argentina exige que se prove uma empanada, a recomendação fica para El Sanjuanino.

• Tomar um café com torta e doce de leite em Palermo;

• Comer as excelentes carnes das casas especializadas da cidade;

• O River que nos desculpe, mas assistir a uma partida do Boca Juniors no La Bombonera é imperdível.

Desbravar Buenos Aires não é tarefa fácil, são preciso muitas linhas, já que a cidade oferece mais de 100 atrações turísticas riquíssimas. Você pode selecionar seus passeios com ajuda das avaliações dos visitantes clicando aqui.

Como chegar

Para quem opta por avião é possível encontrar voos saindo direto de São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Porto Alegre e Salvador. A maioria dos aviões que saem do Brasil pousa no Aeroporto Internacional de Ezeiza, a cerca de 45 minutos do centro de Buenos Aires. Do aeroporto para o centro existem diversas opções como táxis, micrô-onibus e ônibus

Para os mais aventureiros a estrada para a Buenos Aires a saída pode ser pelo Paraná pela BR-369, passando por Londrina e Maringá até a chegar a Foz do Iguaçu. Próximo às três fronteiras (Brasil, Argentina e Paraguai), atravesse para a terra de Maradona e contineu pela Rota 12, e, depois, pela 14 até Buenos Aires. Outra opção é ir pela BR-116 até Pelotas (RS), pegue a BR-471 em direção a Chuí (cidade na fronteira com o Uruguai) e seguir até Montevidéu. Lá, vá ao porto e tome uma balsa até Buenos Aires.


Comments are closed.