Uma obra de arte chamada Campos do Jordão

Os detalhes, a beleza e o clima fazem da cidade um local para ser apreciado tal qual uma tela no museu

Campos do Jordão é conhecida como a Suíça brasileira. Foto Cristiano Tomaz

O cuidado em cada parte da cidade, os jardins de flores e bosques, a arquitetura com toque europeu, o clima frio do núcleo urbano mais alto do país e a gastronomia tornam Campos do Jordão um dos destinos mais requisitados pelos turistas, especialmente no inverno, onde a cidade ganha doses generosas de sofisticação. Mas as outras estações do ano não são menos encantadoras: a primavera traz o colorido das flores para a paisagem, os tons alaranjados do outono favorecem o clima campestre e no verão o calor é ameno e agradável.

Localizada no interior de São Paulo, a 1.628 metros de altitude, Campos do Jordão é destaque também pela natureza exuberante, já que está na Serra da Mantiqueira. A cidade é um dos quinze municípios paulistas considerados estâncias climáticas pelo governo paulista e oferece estrutura completa para receber os visitantes, desde de hotéis até os mais variados roteiros para passeio.

Distante 173 km da cidade de São Paulo, 350 km do Rio de Janeiro e 500 km de Belo Horizonte. Sua principal via de acesso é a Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro.

Pontos turísticos

Muitas são as atrações para quem escolhe conhecer Campos do Jordão. Seja não perder a oportunidade de conhecer um dos mais lindos parques da cidade como o Parque Amantikir, fazer um tour pela Cervejaria Baden Baden ou ainda desbravar o Pico do Itapeva, as possibilidades são muitas, por isso separamos alguns lugares que valem a visita.

Horto Florestal

O horto é mais uma paisagem que faz o turista se esquecer que está no Brasil. As árvores dominam o cenário e o lago e a pequena ponte de madeira garantem o clima romântico do passeio.

A belíssima paisagem do Horto Florestal combina com um piquenique romântico. Foto: divulgação

Morro do Elefante

O local garante uma vista panorâmica de Campos do Jordão. Com um passeio teleférico está é uma atração dá aos espectadores uma vista espetacular da cidade.


Morro do Elefante é a vista mais famosa de Campos do Jordão. Foto: divulgação

Palácio Boa Vista

O prédio baseado na arquitetura inglesa foi residência de férias dos governadores paulistas. Hoje está aberto para que o público aprecia as belas artes. Entre as obras expostas estão pinturas de Tarsila do Amaral, Candido Portinari e Anita Malfatti.

A construção remete a um palácio medieval. O mobiliário é barroco e a decoração repleta de imagens sacras. Foto: divulgação

E antes de se despedir de Campos, não deixe de passear no trem que sai da Vila Capivari. O passeio passa pelo deslumbrante Vale do Lageado e termina em Santo Antônio do Pinhal.

A estrada de ferro Campos do Jordão desempenhou, ao longo das décadas, as funções de trem de passageiros de/para Pindamonhangaba; e de bonde ou trem de subúrbio entre as estações da própria cidade de Campos do Jordão. Foto: divulgação

Dica extra: a culinária local também é baseada nos pratos estrangeiros. O bairro Capivari concentra boa parte dos restaurantes, bistrôs, cafeterias e lojas especializadas em doces e tortas. Por ser uma cidade com temperaturas baixas, os pratos quentes é quem tomam conta: fondues, sopas e tortas bem recheadas dão água na boca, não deixe de experimentar.

Para ganhar tempo e comodidade é possível reservar seu hotel clicando aqui. Quer conhecer mais sobre esse encanto? Acesse www.camposdojordao.sp.gov.br

Comments are closed.