Fernando de Noronha, as mais belas praias do Brasil e sol o ano inteiro

Os tons de azul e verde da água do mar e o céu dourado no pôr do sol conseguem ser ainda mais bonitos pessoalmente e tornam o destino deslumbrante 

Noronha tem três das mais exuberantes praias do Brasil. Na imagem a Praia da Baía dos Porcos. A praia é pequena, com apenas 100 metros de extensão, mas a foto justifica a fama. Foto: Ministério do Turismo/Reprodução.

Em um país com mais de sete mil km de litoral, ter o conjunto de praias mais bonito é para poucos. Isto já seria o suficiente para tornar Fernando de Noronha aquele paraíso praieiro.

Mas o arquipélago vai além e oferece uma experiência inesquecível com a natureza como mergulhar com tartarugas marinhas, navegar lado a lado com golfinhos, observar o pôr do sol a partir das praias do Cachorro, do Meio ou do mirante do Boldró.

Existem muitos bichos para admirar em Noronha, mas os golfinhos-rotadores certamente estão na lista dos mais amados pelos turistas que visitam a ilha. Foto: Elaine Ianicelli/Reprodução

Por isso quando o assunto é turismo de natureza Noronha é opção que não pode faltar na lista. A região tem três das melhores praias do Brasil: da Baía do Sancho, da Baía dos Porcos e do Leão, mas não possível ignorar a beleza das outras 10 praias.

O que devo saber sobre Noronha

Como é uma região mais afastada, pequena e com taxas ambientais para proteger e preservar as nuances naturais, uma viagem para Fernando de Noronha não é uma das mais baratas, mas os pacotes de viagem podem te ajudar economizar. E no final do passeio você verá que cada real valeu a pena.

Fernando de Noronha pertence ao estado de Pernambuco e tem voos partindo de Natal e Recife – a viagem leva aproximadamente 1h20.

O arquipélago pode ser visitado o ano todo, já que a temperatura é estável, entre 25° e 30°.

A Praia do Leão é uma das mais lindas de Noronha. Não se esqueça de trazer água e algum lanchinho, pois não há estrutura na praia. Foto: Wikimedia Commons/Wikimedia Commons

Os meses mais badalados são setembro e outubro, quando o mar está calminho e chove bem pouco por lá, mas não se engane, Noronha é sempre um lugar disputado, por isso reserve tudo com antecedência.

Informações importantes

  • A taxa ambiental é paga no ICMBio e custa R$106 pelo acesso, durante 10 dias, às praias do Parque Nacional Marinho, soma-se a isto mais uma taxa de preservação ambiental por dia de permanência: 1 dia custa R$ 70,66; 7 dias saem por R$449,43 (saiba no site oficial). Crianças menores de 12 anos e brasileiros com mais de 60 anos são isentos do ingresso;
  • A partir de 2019 está proibido o uso e comercialização de plásticos descartáveis na ilha. O primeiro descumprimento é dada uma notificação e da segunda infração em diante uma multa de meio salário mínimo até 15 salários mínimos será aplicada. Moradores, visitantes e todos os estabelecimentos e atividades comerciais estão sujeitos à proibição;
  • A ilha não é extensa, mas não dá para circular só a pé. Algumas caminhadas serão curtas, outras mais cansativas. Calce um sapato confortável e não esqueça a água. Uma opção é alugar um buggy, mas é importante reservar com antecedência pois a demanda é grande e o combustível é racionado.
As praias de Cacimba do Padre (foto), Boldró e Conceição são as mais procuradas pelos surfistas. A melhor época para a atividade é entre janeiro e fevereiro, quando as ondas ficam maiores, mais longas e consistentes. Foto: Divulgação/Divulgação

Incrível não é? Para conhecer os pacotes que podem ajudar você a viver esta experiência única em Noronha clique aqui.

Mais informações sobre Fernando de Noronha, acesse http://www.noronha.pe.gov.br/

Comments are closed.