The Venice Glass Week 2019 destaca peças da artista visual brasileira

Do Brasil para a Itália! De Curitiba para Veneza! Foi assim em 2018 e novamente em 2019, pois a designer e artista visual Désirée Sessegolo, ítalo-brasileira nascida em Curitiba, acaba de ser selecionada para expor pela segunda vez na The Venice Glass Week, evento internacional realizado na cidade de Veneza, na Itália. 

Este ano as propostas foram selecionadas por um comitê científico, presidido pela historiadora de vidro veneziana Rosa Barovier Mentasti e pelos críticos e curadores Isabelle Rehier e Jean Blanchaert, pela jornalista Uta Klotz, diretora da revista alemã Neues Glas e pelo professor universitário Marco Zito. 

Seguindo o conceito de “Amazônia“, obra exibida no ano passado, Désirée Sessegolo leva para esta edição a instalação Morpho, inspirada na borboleta Morpho anaxibia, espécie endêmica da fauna brasileira e Oggetti in vetro cellulare composta por uma família de objetos escultóricos. Ambas as obras selecionadas foram produzidas com a técnica desenvolvida pela artista, que se diferencia pelas texturas, espaços vazados e formas orgânicas. 

Representar o Brasil no evento é uma grande responsabilidade, mas por outro lado, é a conquista do reconhecimento. “Para um país onde a cultura da arte em vidro é ainda pouco desenvolvida, seja no âmbito de centros de estudo e pesquisa, quanto na disponibilidade de materiais e equipamentos, ter uma obra selecionada é sem dúvida uma grande conquista não só para mim, mas para o país”, conta a artista. 

Sobre as peças: 

Morpho - instalação composta por 30 peças suspensas por fios, (4x3m) inspirada no adejar da borboleta Morpho anaxibia, conhecida pelo esplendor de suas asas azuis. Segundo Silvio Bettio, artista visual e curador, a confluência entre artes visuais e natureza mostra-se como uma das vertentes poéticas do trabalho proposto, ao associar as formas e cores de sua obra às formas e cores das borboletas originárias de matas tropicais da América do Sul, a artista estabelece uma relação que vai além do pensamento estético ao propor uma reflexão sobre a frágil e delicada presença da vida nos ecossistemas e suas constantes transformações. Tal reflexão pode levar também, em última análise, a um pensamento crítico sobre a relação do homem com a natureza nos dias de hoje.   

Assim como o vidro, o devir da borboleta pressupõe a existência de um status quo ante, ou seja, um processo de transformação ou mutação definidor da existência antes de um momento de tensão. Se tais transformações geram resultados desejáveis ou positivos, o mesmo não tem acontecido com as transformações operadas pelo homem na natureza, o que coloca em risco a existência de todas as espécies. 

Ainda no campo material, ou melhor, no imaterial, há que se pensar também no potencial poético dos “vazios” presentes nas obras. Verdadeiros campos invisíveis e imateriais inseridos literalmente em meio à dureza e rigidez da estrutura vítrea que possibilitam, paradoxalmente e juntamente, com as transparências do vidro expressar leveza e delicadeza como resultado. Daí a sua particular associação com a leveza e delicadeza de uma asa de borboleta. 

Oggetti in vetro cellulare – 4 objetos escultóricos em cores puras (15x15x3cm).  O potencial poético dos “vazios” presentes na obra de Désirée Sessegolo constitui a sua linguagem, uma forma de evidenciar o vazio ou imaterial, sugerindo reflexões sobre matéria e não matéria, ao se pensar sua relação com a existência do vazio onipresente no universo. 

Sobre a artista 

Désirée Sessegolo, artista multidisciplinar nascida em Curitiba – Brasil. Seu trabalho é reconhecido pelo Museu Alfredo Andersen, Casa João Turin e Museo del Vidrio de Bogotá, tendo participado de diversos salões de design e arte contemporânea em diversos países. 

The Venice Glass Week

O The Venice Glass Week é um festival internacional dedicado à arte em vidro, que nasceu para celebrar o recurso artístico e produtivo pelo qual Veneza é mundialmente reconhecida. Em sua terceira edição, o evento envolve Veneza, Murano e Mestre e realizará 150 exposições, totalizando mais de 180 eventos no período de 7 a 15 de setembro de 2019,  promovido pelo Município de Veneza e idealizada por três das principais instituições culturais venezianas – Fondazione Musei Civici di Venezia, Fundação Giorgio Cini – LE STANZE DEL VETRO, Instituto de Ciências, Letras e Artes do Vêneto e o Consórcio Promovetro Murano. 

Serviço 

The Venice Glass Week 2019 

Exposições de Désirée Sessegolo

Data: 07 a 15 de setembro de 2019 

Local: The The Venice Glass Hub:  Instituto Vêneto de Ciências, Letras e Artes –  Palazzo Loredan 

Endereço: Campo Santo Stefano 

Entrada: Gratuita 

Site do evento: www.theveniceglassweek.com

Site da artista: www.glassstudio.com.br

Facebook:  www.facebook.com/veniceglassweek/

Instagram da artista: @desireesessegolo 

<[email protected]>

Comments are closed.