Dor de ouvido durante pousos e decolagens é comum; saiba como evitá-la

0
146

Quando viajamos de avião, é comum termos certo desconforto no ouvido. Isso acontece geralmente na decolagem e no pouso devido a uma mudança brusca na pressão do ar. Além disso, outros incômodos podem vir junto, como dor de cabeça, no nariz e mal-estar.

Segundo a otorrinolaringologista do Hospital Otorrinos Curitiba, Denise Ribas, a dor deve ser passageira e se resolver sozinha, mas se durar mais que dois dias, é preciso procurar um especialista.

“A mudança brusca de pressão pode ocasionar um processo patológico traumático e inflamatório no ouvido médio, que necessita de tratamento clínico. Além disso, quem tem muito desconforto, mesmo que só durante a viagem, deve investigar doenças nasais obstrutivas, otites crônicas, insuficiência tubária, dentre outras”, explica a médica.

Como funciona o ouvido

Para saber por que o ouvido dói em viagem de avião é preciso entender um pouco como ele funciona.

Em linhas gerais, o ouvido externo é separado do ouvido médio pela membrana timpânica.  A pressão do ouvido médio deve ser igual à pressão do meio externo em que vivemos. A tuba auditiva (um canal osteocartilaginoso) comunica o ouvido médio com a região posterior do nariz (nasofaringe) e é a responsável por manter o equilíbrio da pressão do ar entre os dois lados da membrana timpânica. Além disso, a tuba auditiva também é responsável pela drenagem das secreções do ouvido médio para o nariz.


Durante a decolagem ocorre diminuição da pressão ambiental, levando a saída abrupta de ar da orelha média pela tuba auditiva. Na descida ocorre o inverso, necessitando-se de que nessa situação a tuba auditiva permaneça aberta.

Crianças sofrem mais com a dor no ouvido?

De acordo com a dra. Denise, as crianças pequenas e principalmente os bebês, por sua anatomia facial (tubas pequenas e mais frágeis) e por não conhecerem estes mecanismos de compensação pressórica, devem ter cuidados especiais.

“Uma dica importante é estimular a deglutição. Esse movimento estimula a abertura da tuba auditiva. Oferecer mamadeira ou peito (em lactentes) ou algum alimento de fácil deglutição para a criança durante a decolagem ou aterrisagem amenizam tais sintomas. Até mesmo o hábito de chupar chupeta também ajuda neste processo”, orientou.

Com evitar a dor de ouvido no avião

Agora que você sabe que é normal sentir essa dor de ouvido durante pouso e decolagem, pode seguir algumas dicas de como driblar esse desconforto. A dra. Denise listou as principais:

1. a maneira mais comum de fazer entrar ar pela tuba auditiva é deglutir, já que a deglutição faz com que o ar circule pela via aérea. Deve-se mascar chicletes, tomar algum líquido ou comer alguma coisa durante a decolagem e aterrisagem;


2 – outra maneira é forçar a entrada de ar para tuba através da Manobra de Valsalva (assoprar com a boca e nariz trancados). O ar sob pressão entra na tuba auditiva e consequentemente equaliza a pressão;


3 – mantenha o nariz sempre bom para respirar, inicialmente com uso de soro fisiológico nasal 0,9% em spray (a famosa lavagem nasal). Trate eventuais resfriados, rinossinusites antes da viagem, e eventualmente utilize gotas com vasoconstritor (que auxilia a potência nasal e consequentemente melhora a função tubária).

Diretor Técnico: Dr. Ian Selonke – CRM-PR 19141 | Otorrinolaringologia