Pare de perder dinheiro! Cursos de inglês tradicionais não funcionam.

0
20

Já percebeu que os cursos de inglês tradicionais que você conhece não funcionam? Provavelmente esta sensação já passou pela sua cabeça. Também pudera! O conceito tradicional de escola de inglês não considera que as pessoas são diferentes e necessitam de estímulos diferentes para aprender, além de possuírem materiais didáticos genérico e não considerarem particularidades culturais.

Quer um exemplo? Os brasileiros têm dificuldade para pronunciar “TH” (thank, there) e aprender Presente Perfeito (I have done), coisa que não acontece com os nossos hermanos latino americanos. 

“As escolas têm um cronograma a ser seguido acontece duas coisas Ou o aluno com dificuldade acaba sendo ignorado, ou o sistema desmotiva o aluno com maior facilidade” alerta Kadu Nogueira, co-fundador da GO15, StartUp de tecnologia para área de ensino.

Nos cursinhos de inglês, as dúvidas, na maioria das vezes, não são solucionadas — afinal, o aluno faz parte da massa — e, em geral acumulam-se de forma a prejudicar todo o processo de aprendizagem a médio e longo prazo.

 “O aluno precisa aprender inglês. Cria expectativas, se matricula em uma escola, gasta dinheiro em material didático e mensalidades, gasta tempo frequentando a escola, não aprende a falar inglês direito, se frustra, sai da escola, sente que precisa aprender inglês e aí começa tudo de novo. É um moedor de carne” explica Kadu.

Em outras palavras, um adulto que já tenha frequentado três escolas de inglês nunca se tornará fluente no idioma. 

Metodologia de pequenos conteúdos diários
A melhor e mais econômica maneira de aprender inglês é através de um sistema de 15 minutos diários pela Internet, englobando revisões estratégicas e sem que o aluno tenha que pagar por toda uma infra estrutura: “Nosso sistema só é possível, pois conta com um time pedagógico formado por profissionais com mais de 20 anos no mercado de educação especializado em processos de aprendizagem. São duas décadas de estudos indicando que o formato das escolas tradicionais não funciona. É fácil concluir que os processos tradicionais de ensino de idiomas e a dinâmica dos cursos tradicionais estão condenados. Basta observar o panorama de ensino de idiomas no Brasil”. 

Outro aspecto que se destaca neste novo sistema de aprendizado é a criação do material. Diferente das apostilas, em que na maioria das vezes a ênfase é a decoreba, esta nova forma de aprender online possui um formato metodológico construído a partir de constantes pesquisas de materiais de ponta produzido por universidades de renome como Harvard, Stanford, Columbia, dentre outras, além de pesquisadores independentes.

Sobre a GO15
A GO15 é uma StartUp de tecnologia com aplicação inovadora focada na área de educação. Através da construção de uma estrutura de conhecimento e de um método associativo nunca praticado no mercado de ensino de idiomas até então, a GO15 utiliza tecnologia de ponta e de fácil acesso, respeitando o tempo de cada aluno para alcançar o seu principal objetivo: falar inglês fluentemente.

Acesse: https://go15.today/

Fonte: Kakoi comunicação
Imagem: Freepik 

Comments are closed.