Sociedade Brasileira de Cardiologia lança revista científica especial com 16 artigos sobre os benefícios da atividade física para a saúde cardiovascular

0
97

Recentemente, a revista International Journal of Cardiovascular Sciences (IJCS), da Sociedade Brasileira de Cardiologia, lançou uma edição temática especial sobre saúde esportiva e cardiovascular. A iniciativa foi motivada pela baixa quantidade de artigos publicados sobre o tema, apenas 8% do total das publicações de 2018. O tema será amplamente debatido no 74º Congresso Brasileiro de Cardiologia, entre os dias 20 e 22 de setembro, em Porto Alegre.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o exercício regular insuficiente, também chamado de hipocinesia, foi identificado como o quarto principal fator de risco para a mortalidade global. Um relatório da Organização comparou os níveis de atividade insuficiente em 168 países e trouxe más notícias para o Brasil: 47% da população brasileira é sedentária, entre 2001 e 2016, esse índice aumentou mais de 15% e as brasileiras e latino-americanas têm os maiores percentuais de atividade física insuficiente do mundo. Atualmente, a OMS recomenda que adultos com idade entre 18 e 64 anos façam pelo menos 150 minutos de atividade física aeróbia de intensidade moderada ou 75 minutos de intensidade vigorosa, durante a semana.

Os dados mais recentes do Brasil foram relatados pelo Vigitel – um projeto apoiado pelo Ministério da Saúde -, e indicaram que apenas 37% dos adultos, sendo 43,4% de homens e 31,5% de mulheres, seguiam as recomendações da OMS. Os números são ainda mais alarmantes ao considerar que só 23,3% dos maiores de 65 anos são fisicamente ativos. “Nessa faixa etária, a incidência de doenças crônicas, incluindo aquelas de origem cardiovascular, que são conhecidas como potencialmente prevenidas e tratadas pelo exercício, aumenta exponencialmente”, alerta o cardiologista da SBC e editor chefe do IJCS, Claudio Tinoco Mesquita.

A edição temática da revista reúne 16 contribuições, incluindo artigos originais, artigos de revisão, pontos de vista, um relato de caso e uma comunicação especial, escrita por uma equipe altamente qualificada de 78 autores, sendo 16 estrangeiros de sete países diferentes. Dentre os tópicos abordados estão as diferenças sexuais na morte súbita durante esportes e exercícios, impacto do treinamento físico nas respostas cardiovascular e autonômica, o papel do treinamento físico no manejo da disfunção erétil, os benefícios da atividade física aeróbica e de resistência no tratamento de doenças cardiovasculares, inclusive para a hipertensão e para pacientes que sofreram um acidente vascular cerebral. Outro assunto apresentado foi o uso de equipamentos tecnológicos e aplicativos no monitoramento da intensidade de exercícios físicos, aumentando a segurança e a eficácia do programa de treinamento esportivo, podendo, ainda, no futuro, serem usados para detectar a indução de estresse e arritmias cardíacas.

Serviço:

74º Congresso de Cardiologia

Data: de 20 a 22 de setembro de 2019

Local: Centro de Convenções FIERGS

Endereço: Av. Assis Brasil, 8787, Porto Alegre/RS

Comments are closed.