Startups da maringaense Empari Global Inovation são aceleradas rumo ao crescimento e internacionalização

Startups nascidas na Empari participam de programas voltados a estratégias de colocação no mercado.

Um dos objetivos da empresa maringaense é a internacionalização

A Empari Global Innovation, grupo de empresas da tecnologia da informação de Maringá que atua desde 2010, já é reconhecida no mercado pela eficiência no desenvolvimento de softwares para emissão de Notas Fiscais Eletrônicas, busca de Licitações e gestão de vendas para o Governo e o reconhecido ERP para indústria, distribuição, varejo e serviços para Autopeças, participa de dois programas de aceleração rumo ao crescimento e à internacionalização.

Os co-founders de três das startups de maior sucesso nascidas na empresa – Treeunfe, DumbbellPro e Licita.plus – participam do Programa de Alto Impacto – Mercado, do Sebrae. O programa é voltado para empresas e startups que já têm um produto validado e faturando. O foco é em estratégias de colocação de um produto ou serviço no mercado (go to market).

Encontrar um lugar no mercado e se destacar é uma tarefa cada vez mais difícil. Não importa o tempo da empresa, o sucesso sempre depende da venda de soluções, satisfação dos clientes e adequada participação neste mercado.

A presença da Empari no Programa está sendo essencial ao fortalecimento da cultura organizacional, à valorização dos talentos e a busca por inovação, ingredientes que já fazem parte da receita da empresa para crescer e continuar crescendo.

Um dos objetivos é expandir as atividades para o mercado internacional. A Empari também participa de um projeto promovido pela Softex – Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro, um braço da Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, visando ganhar espaço em mercados como América Latina e Estados Unidos.

A iniciativa oferece programas completos de capacitação, treinamento e incentivo às exportações das empresas nacionais de TI e atua não apenas como um projeto de promoção comercial, mas como implementador de uma estratégia de internacionalização de empresas colaborando para ampliar o volume de exportações, para aumentar a visibilidade da indústria brasileira de TI nos principais mercados mundiais e também para fortalecer a imagem do país como um centro de excelência no setor.

O projeto engloba um conjunto de ações contínuas que visam o acúmulo de conhecimento e de relacionamentos no mercado externo, com ações propostas focadas na preparação e no engajamento das empresas no ecossistema global. A capacitação dos colaboradores, e da empresa em geral, é essencial para os objetivos traçados, diz Adriano Santos, CEO da Empari. E completa: “O colaborador precisa saber qual é o propósito da empresa e comprar o sonho junto com você. É necessário capacitá-lo e dar espaço para que ele crie coisas novas, rentáveis, e se sinta envolvido no crescimento da empresa, a ponto de ver o trabalho dele reconhecido como produto de exportação”.

Comments are closed.