Colégio Bom Jesus cria espaços de inovação colaborativos para despertar a criatividade dos alunos

ambiente criado pela Eduinfo
divulgação

O Grupo Educacional Bom Jesus tem 123 anos de atuação no ramo educacional e dezenas de milhares de alunos, da educação básica ao ensino superior. Voltada à educação básica, a marca mais tradicional do Grupo, o Colégio Bom Jesus, com atuação da Educação Infantil ao Ensino Médio, possui 36 unidades nos estados da região Sul, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Recentemente, as unidades iniciaram a implantação progressiva de espaços colaborativos criados pela Eduinfo, integradora de soluções e tecnologias para o universo educacional.

A intenção do Bom Jesus é oferecer ao aluno possibilidades de aprendizado no conceito da Educação 4.0. Sendo assim, em parceria com a Eduinfo, foram criados espaços de inovação para homologar as novidades tecnológicas em sala de aula. Em menos de quatro meses, as primeiras salas do Colégio Bom Jesus estavam prontas para uso. “Envolvemo-nos tão intensamente com o projeto do Colégio devido à alta competência técnica e pedagógica, que o trabalho foi desenvolvido e entregue rapidamente. Foi um esforço de equipe em um espírito de colaboração técnica e pedagógica extremamente prazeroso e rico de conhecimento”, explica Danielle Andrada, CEO da Eduinfo.

O Colégio Bom Jesus, usuário de tecnologia e ferramentas de aprendizagem da plataforma Google for Education desde o ano de 2012, sempre andou de mãos dadas com a inovação para alinhar método de ensino e tecnologia com o objetivo de desenvolver competências e habilidades do século XXI. Em 2017, início da parceria com a Eduinfo, além de implantar o projeto de salas de aula colaborativas, a equipe da Eduinfo também atendeu as necessidades do Colégio Bom Jesus na entrega de carrinhos de armazenamento e recarga para 360 Chromebooks.“Os novos Espaços de Inovação foram projetados com a preocupação de alinhar a nossa cultura pedagógica e institucional ao novo projeto de conceito colaborativo, contribuindo diretamente com o desempenho escolar dos nossos alunos”, explica Marcelo Bardi, gerente de Tecnologia da Informação e de Gestão de Processos do Grupo Educacional Bom Jesus.

Na área de Educação Digital, segundo informa Marcelo Bardi, os alunos aprendem de forma participativa e valorizam os professores que atuam como orientadores e facilitadores do processo de ensino-aprendizagem. “O professor tem um novo papel em nossa instituição, não mais daquele que detém o conhecimento, mas que orienta o pensar e ensina a fazer novas conexões”, explica o executivo Bardi.

A Eduinfo desenvolveu para o Colégio Bom Jesus salas no modelo que favorece o uso de metodologias ativas. O mobiliário escolhido é flexível, permitindo mobilidade e diferentes configurações de acordo com a aula e o número de alunos. “O projeto da Eduinfo é inovador, confortável e de alta qualidade. Os alunos estão mais ativos, engajados e muito motivados”, ressalta Bardi.

Para a coordenadora de Tecnologias Educacionais do Grupo, Daniella Clivatti, “as novas salas são um ambiente que têm como premissa dar ao professor e aos alunos a possibilidade de formatar o espaço da maneira que for mais adequada à dinâmica pedagógica da atividade em questão. O fato de o mobiliário não ser fixo faz com que o espaço fique centrado no aluno e no aprendizado e não mais no professor, que assim atua lado a lado de maneira colaborativa na construção do conhecimento”, explica.

Os espaços de inovação já estão presentes em Unidades de todos os estados em que o Colégio Bom Jesus atua: Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. Em breve, as mudanças contemplarão, também, o Ensino Superior.

Há mais de 120 anos, um grupo de religiosos franciscanos e alguns educadores tiveram a iniciativa de criar uma escola em Curitiba (PR). A intenção era oferecer ensino de qualidade e a formação de cidadãos conscientes e transformadores da realidade. Ao longo de todos esses anos, a Instituição evoluiu e manteve a sua essência. Hoje, o Colégio Bom Jesus, que atua da Educação Infantil ao Ensino Médio, está em cinco estados – Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro – e conta com 36 unidades próprias. A FAE Centro Universitário, unidade de negócio voltada ao Ensino Superior, completou 60 anos em 2017. Ela conta com campus de graduação em Curitiba (PR) e em duas cidades da Região Metropolitana, São José dos Pinhais e Araucária. A capital paranaense e também Blumenau, em Santa Catarina, são campi da FAE Business School, focada em pós-graduação e educação executiva.

Criada em 2014, é uma integradora de soluções e tecnologias para o universo educacional. Desenvolve e presta consultoria em projetos de mobiliário e arquitetura para ambientes educacionais a partir de uma proposta adaptativa e com integração de tecnologia e serviços.

É formada por uma equipe de especialistas entre educadores, arquitetos e pedagogos e conta com aproximadamente 15 colaboradores.

Com sede em São Paulo, seu portfólio engloba, além dos produtos de fabricação própria, uma ampla seleção de soluções vindas de marcas mundiais, parceiros locais de serviços, fabricantes de eletroeletrônicos e empresas de tecnologia, somando mais de 50 conexões e habilitando a empresa a oferecer uma infinidade de combinações inteligentes para os ambientes educacionais.

[email protected]

Comments are closed.