Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná comemora amanhã (15) seu cinquentenário de fundação

A Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná (FEMPAR), cuja mantenedora é o Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM), inaugura amanhã (15), às 16h, o Espaço de Convivência e a nova Biblioteca – composta por 35 mil livros e 10 periódicos – ligados a área da saúde, como parte das festividades do Cinquentenário de sua fundação.

A seguir, às 17h, haverá o Culto Solene de Ação de Graças pela passagem de mais um aniversário e contará com a pregação do reverendo Juarez Marcondes, secretário executivo do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, no anfiteatro da FEMPAR (Rua Padre Anchieta, 2.770 – Bigorrilho, Curitiba). A celebração exalta o diferencial dessa denominação que crê na soberania e na salvação pela graça de Deus, que pensa no ser humano integral e que precisa ser alcançado em todas as áreas de sua vida. Ao longo de todos esses anos, sempre foi envolvida com obras sociais por todo o país e tendo a educação como sua vocação.

Autoridades do município já confirmaram presença no evento, como a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba, Marcia Cecília Huçulak; o presidente da Academia Paranaense de Medicina, Avelino Hass;o represente do Conselho Regional de Medicina, Maurício Marcondes Ribas; vereadora Noemia Rocha; diretor executivo da Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba – FEAES, bem como o presidente do IPM, José Inácio Ramos, e de diretores executivos da instituição.

A história
A instituição nasceu da vontade de nove líderes evangélicos de Curitiba que se reuniram para criar a “Sociedade Evangélica Beneficente – Pró Hospital Evangélico”. Da primeira reunião, passando para o lançamento da pedra fundamental até a aula inaugural em 5/09/1969, se passaram 26 anos. A primeira instalação da Faculdade de Medicina foi em um prédio ao lado do ainda inacabado Hospital Evangélico, cuja primeira turma se formou em 1973. Teve como diretor geral de ambas as instituições o doutor Daniel Egg (1918-1988), um incansável trabalhador em prol da saúde dos curitibanos.

Ao longo das décadas, a FEMPAR seguiu a passos largos para o crescimento. Em 2012 contava com 2 mil alunos distribuídos em 8 cursos de graduação e pós-graduação, além de ampliar canais de serviços à comunidade. Mas, a crise começou a assolar tanto a FEMPAR quanto o Hospital Evangélico e se intensificou, levando a instituição a leilão em 2018.

O Instituto Presbiteriano Mackenzie assumiu o controle da Faculdade de Medicina e do Hospital Evangélico comprometida com a formação de profissionais competentes e com a produção, disseminação e aplicação do conhecimento. Nesta data comemora os 50 anos do curso de Medicina, consolidando sua trajetória de excelência, na qual a pesquisa inscreve-se como um marco tradicional, além de anualmente prover a academia e o mercado de trabalho com médicos assistencialistas, docentes e pesquisadores qualificados.

Sobre as Faculdades Presbiterianas Mackenzie
As Faculdades Presbiterianas Mackenzie são instituições de ensino confessional presbiteriano, filantrópica e de perfil comunitário, que se dedicam às ciências divinas, humanas e de saúde. A instituição é comprometida com a formação de profissionais competentes e com a produção, disseminação e aplicação do conhecimento, inserida na sociedade para atender suas necessidades e anseios, e de acordo com princípios cristãos. O Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM) é a entidade mantenedora e responsável pela gestão administrativa dos campi em três cidades do País: Brasília (DF), Curitiba (PR) e Rio de Janeiro (RJ). As Presbiterianas Mackenzie têm missão educadora, de cultura empreendedora e inovadora. Entre seus diferenciais estão os cursos de Medicina (Curitiba); Administração, Ciências Econômicas, Contábeis, Direito (Brasília e Rio); e Engenharia Civil (Brasília).  [email protected]

Comments are closed.