Goethe-Institut Curitiba promove minifestival de cinema para lembrar dos 30 anos da queda do muro de Berlim

0
416

Os filmes retratam histórias do período. O festival também terá um sorteio de curso de alemão

De 4 a 6 de novembro, o Goethe-Institut Curitiba promove o “30 Jahre Mauerfall – 30 anos da queda do muro de Berlim”, um minifestival de cinema, que terá direito a pipoca e um sorteio – entre os prêmios, um curso de alemão que ocorrerá de março a junho de 2020.

Serão exibidos três filmes, um a cada noite, que contam a trajetória de personagens que passaram pelo antes, durante e depois da queda do muro e da unificação da Alemanha do pós-Segunda Guerra. O evento faz parte do calendário de comemorações dos “190 anos da Imigração Alemã no Paraná”, que ocorre até junho de 2020. O lançamento do evento, no dia 4 de novembro, às 19h30, ainda contará com a presença do Cônsul Honorário da República Federal da Alemanha, Andreas Hoffrichter.

Em todas as noites, os expectadores ganharão pipoca e poderão participar do sorteio de um curso de alemão para o primeiro semestre de 2020 (de março a junho) e do livro História Alemã – do século VI aos nossos dias, um guia informativo da história daquele país desde a Alta Idade Média até recentemente. Os autores, um grupo de sete renomados historiadores, fazem a síntese de um material histórico vasto e exploram as inter-relações entre fatores sociais, políticos e culturais em vista de controvérsias acadêmicas. O sorteio entre os participantes das três noites do festival será realizado no dia 8 de novembro, às 10h30, nas dependências do Instituto.

Minifestival de filmes
Os filmes exibidos serão Bárbara, no dia 4, às 19h30, e A Rua Bornholmer, no dia 5, e Enquanto estávamos sonhando, no dia 6 de novembro – esses dois últimos, às 20h.

Barbara (2012, 108 min.) concorreu ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2013, e Christian Petzold ganhou por ele o Urso de Prata de Melhor Diretor no Festival de Berlim de 2012. Começando de forma misteriosa, quase como um suspense, e evoluindo como um filme sensível e comovente, conta a história de uma médica (cujo nome é o título da obra) que é transferida para um hospital pequeno, do interior da Alemanha Oriental dos anos 1980, como punição por ter feito algo que o regime viu com maus olhos. Lá, ela conhece um médico com quem desenvolve uma relação ambígua. A atriz que interpreta Barbara, a bela Nina Hoss, é famosa na Alemanha e reconhecida pelo seu talento.

A Rua Bornholmer (2014, 88 min., direção de Christian Schwochow) mostra a queda do muro de Berlim de uma forma bem-humorada, ainda que tensa. Nele, um grupo de militares que toma conta de um acesso entre as duas Alemanhas, na Rua Bornholmer, ouve, no dia 9 de novembro de 1989, a transmissão (real e atrapalhada) do então porta-voz da Alemanha Oriental, Günter Schabowski. Ele diz que a partir daquele momento qualquer pessoa pode cruzar a fronteira sem visto ou qualquer documento. Observando os soldados que ficam sem saber o que fazer com a multidão que vai se acumulando na fronteira, o expectador pode ter uma amostra do que significava a ânsia de liberdade da população e o engessamento e o medo de pessoas em situação de opressão.

Enquanto estávamos sonhando (2015, 117 min., direção de Andreas Dresen) conta a história de Dani, Rico, Paul e Mark, jovens da Alemanha Oriental que veem seu mundo todo mudar de repente e todas as barreiras, além do muro, caírem. A vida deles, que já era um grupo inquieto, transforma-se em sexo, drogas e – em vez de rock n’ roll – música eletrônica, misturada a punks, anarquia, gangues e, claro, romance, em uma metáfora para uma sociedade que não está preparada para a liberdade e a transformação. Mas quem está?

Serviço: 30 Jahre Mauerfall – 30 anos da queda do muro de Berlim – Minifestival de cinema
Local: Goethe-Institut Curitiba – Rua Reinaldino S. de Quadros, 33 – Alto da XV
Data: 4 a 6 de novembro
Horário: 19h30 (dia 4) e 20h (dias 5 e 6)
Entrada gratuita