10 motivos para visitar o Mercado Municipal de Curitiba

Foto: Daniel Castellano / SMCS

Ponto turístico e gastronômico da capital paranaense, o Mercado Municipal Curitiba encanta moradores e turistas há mais de 60 anos. Cores, aromas, delícias e história são alguns dos motivos para tanto sucesso. Confira algumas das razões para você incluir o Mercado na sua rotina ou programação quando estiver em Curitiba

1.História. O Mercado Municipal de Curitiba foi fundado em agosto de 1958. Desde sua criação passou por diversas reformas para se adequar ao ritmo da cidade que não para de crescer. Após a mais recente ampliação, em 2010, o mercado passou a ocupar grande parte da Avenida Sete de Setembro e Avenida Presidente Affonso Camargo. Um ano antes, foi inaugurado o Setor de Orgânicos, o primeiro local de vendas de produtos livre de agrotóxicos e aditivos químicos do Brasil.

2. Sabores. Nos boxs e lojas do Mercado têm de tudo: frutas exóticas, temperos, legumes, frios, queijos e azeitonas importadas, vinhos e outras bebidas, carnes, peixes, cereais e muito mais que fazem a alegria dos visitantes e dos chefs tamanha a variedade – e qualidade – de ingredientes. Também é um dos maiores centros de vendas de orgânicos incluindo carnes, cosméticos e, claro, hortifruti.

3. Comer bem. Além de ingredientes você pode tomar café da manhã, almoçar, lanchar ou fazer um happy hour no mercado. São cerca de 10 restaurantes, cafés e lanchonetes com opções variadas para toda família.

4. Produtos locais. São diversas lojas com artesanatos, incluindo lembranças da cidade e produtos elaborados manualmente que só se encontra no Mercado. Também tem armarinhos, sapataria, chapelaria e serviços de costura.

5. Presentes únicos. Pedras preciosas, joias, louças, cosméticos, roupas, importados e muitas opções de cestas para presentear em diversas ocasiões.

6. Peixinhos e peixões. O Mercado abriga a mais antiga e tradicional loja de peixes da cidade onde são comercializados peixes, tartarugas, corais importados, aquários, insumos, brinquedos, utensílios e muito mais. Destaque para o raro peixe Flower Horn e para a turma do filme “Procurando Nemo”, que agrada crianças de todas as idades.

7. Ser bem atendido. Assim como acontece na maioria dos mercados municipais pelo mundo, no Mercado Municipal de Curitiba os atendentes entendem muito dos produtos e costumam ser os próprios permissionários ou proprietários, o que ajuda a garantir um atendimento personalizado para cada cliente. Mais do que a venda em si, a maioria dos atendentes busca fazer uma apresentação dos produtos, fidelizando clientes e cativando turistas com simpatia.

8. Cultura nipônica. A cultura japonesa está presente no mercado desde sua abertura, lá na década de 50. Hoje, são 20 estabelecimentos entre restaurantes, cafés, mercearias e lojas de artigos orientais para decoração, utensílios domésticos e vestuário.

9. Diversão para toda família. Nos finais de semana têm contação de histórias. Além disso, o Mercado é local de manifestações artísticas então sempre tem apresentações de música, coral, dança, e muito mais.

10. Tirar fotos. Se você gosta de fotografia, o Mercado é o cenário ideal e vai garantir muitas curtidas e comentários nas redes sociais. São tantas cores, formatos e luzes que até os mais principiantes fotógrafos conseguem fazer bonito com o celular. Só não esqueça de marcar o @mercadomunicipaldecuritiba. Assim, sua foto pode ser repostada e aparecer para mais de 70 mil seguidores no Instagram 😉

Comments are closed.