Processos inovadores são necessários para aprimorar eficiência energética no Brasil

0
463

O tema será debatido em painel na Smart Energy CI&Expo 2019, que ocorre nos dias 19 e 20 de novembro em Curitiba (PR)

Em artigo publicado em 2015, Rodrigo Augusto Neves, do Centro de Negócios e Eficiência Energética da Weg, avaliou que o setor industrial brasileiro ainda não havia entendido de fato como ser eficiente na produção reduzindo o gasto de energia nos processos, algo que já fazia parte da agenda de países mais desenvolvidos. E que, mesmo diante dos custos elevados de energia elétrica no país, a indústria nacional, salvo exceções, começava naquele momento a olhar o assunto com um pouco mais de atenção.

Entre as constatações de Neves no artigo estava o gasto mais alto em energia por parte das empresas brasileiras frente a outros países “para gerar cada dólar do PIB na indústria”, escreveu. Outra observação feita pelo especialista registrava a idade média do parque industrial brasileiro – em 2013, segundo números da Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos (Abraman) e da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), era de 17 anos, praticamente o dobro do encontrado em países desenvolvidos.

Como reduzir os gastos de energia nas empresas e indústria será um dos temas abordados na sexta edição da Conferência Smart Energy CI&Expo 2019, que ocorre nos dias 19 e 20 de novembro, no Centro de Eventos da Fiep em Curitiba (PR). Neves será um dos palestrantes da Gestão de energia e eficiência energética. As inscrições podem ser feitas no site www.smartenergy.org.br, onde a programação completa também estará disponível em breve.
“Ao longo destes quatro anos, tivemos sim uma evolução nesse tema, porém temos ainda um longo caminho a percorrer”, sinaliza Neves hoje, quatro anos depois das afirmações feitas no artigo. O especialista é otimista quanto ao potencial da base instalada industrial para a aplicação de projetos de eficiência energética, ainda que a idade média do parque industrial seja alta.

A indústria consome hoje cerca de 40% da energia elétrica do país e 70% da energia aplicada na indústria é consumida por motores elétricos. Em 2009, a portaria n°553 estabeleceu níveis mínimos de rendimentos para máquinas e equipamentos com objetivo de reduzir o consumo de energia. Em agosto deste ano, uma revisão determinou o nível mínimo de rendimento em IR3 e a ampliação da faixa de potência, que inclui a partir de então os motores de 016 a 500 cv, de dois a oito polos, válida para todos os motores comercializados, novos ou usados.
Para ele, a nova determinação coloca o Brasil como um dos pioneiros na adoção de um nível mínimo de rendimento para motores trifásicos fracionários, e nos aproxima dos Estados Unidos e do Canadá. “Apesar de positivas, as exigências são aplicadas a motores novos, não abrangendo os equipamentos já instalados e que são a grande necessidade de melhoria de eficiência”, pondera.

“Estima-se que anualmente 10% de toda energia gerada no Brasil é desperdiçada”, destaca Neves ao citar dados da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco). O volume é equivalente para abastecer os estados do Rio de Janeiro e do Ceará por um ano, ou ainda compensar o aumento da demanda nacional por dois anos.

Por isso, Neves defende que pensar em eficiência energética é estar um passo a frente, sempre. Para isso, defende ser necessária a busca por processos inovadores e investir em tecnologia de ponta que permita às empresas incrementar resultados e reduzir os altos custos operacionais, sobretudo os ligados a energia elétrica e manutenção.

Eficiência em debate na Smart Energy CI&Expo 2019
Em sua palestra no evento, Neves vai mergulhar mais fundo no tema, ao tratar de questões que precisam ser cuidadosamente avaliadas pelo setor industrial para ser alcançar níveis satisfatórios de eficiência energética. Orientações para a adoção de soluções que otimizem processos industriais ao reduzir consumo de energia e ampliar competitividade estão no cardápio de assuntos a serem tratados pelo especialista. Entre elas, algumas ofertadas ao mercado pela Weg, como monitoramento total da planta fabril que garante, previamente, nível de excelência no desempenho dos motores elétricos e equipamentos que permitem a redução de até 60% do consumo de energia com ações de implantação rápida.

A Weg criou também uma rede de integradores e especialistas em eficiência energética, a WE3, que com conhecimento técnico e de mercado, atuam como consultores sobre o assunto, ao aperfeiçoar métodos industriais e estimular melhorias em equipamentos elétricos. Neves falará mais sobre a proposta e como ela pode auxiliar de modo prático na disseminação da cultura da eficiência energética em meio ao setor industrial brasileiro.
O painel de Gestão de energia e eficiência energética na Smart Energy CI&Expo 2019 ainda contará com uma palestra do Giovani Milanezi, gerente de Engenharia de Operações Sul da Rumo, para também abordar o tema, e outras duas sobre linhas de financiamento e crédito por Paulo Marques Ferreira, do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e Cleia Delicoli, da Fomento Paraná.

A Smart Energy CI&Expo 2019 é uma iniciativa do Tecpar, organizada em parceria com a Paraná Metrologia, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e demais instituições que compõe o comitê gestor do projeto Smart Energy Paraná. O evento tem o patrocínio da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Fundação Araucária, ENGIE Brasil, Itaipu Binacional, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Klabin, Fomento Paraná, L8, Rumo, Compagas e Sanepar e apoio da Copel, WEG, Siemens, iCities, Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), Lactec, Comerc Energia e Ribeiro Solar.

Mais informações estão disponíveis no site www.smartenergy.org.br, na página do Facebook (www.facebook.com/smartenergyparana) e no Instagram (@smartenergyparana).

Serviço: Conferência Smart Energy CI&Expo 2019
Data: 19 e 20 de novembro
Horário: 8h às 18h (dia 19) e 8h30 às 17h30 (dia 20)
Local: Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) – Avenida Comendador Franco, 1341 – Jardim Botânico
Inscrições no site www.smartenergy.org.br/ciexpo-2019

Comments are closed.