Rappi inaugura dark kitchens no Brasil

A Rappi, primeiro superaplicativo da América Latina, anuncia a inauguração de dark kitchens no Brasil, um hub de cozinhas para estabelecimentos parceiros do aplicativo. A startup, que tem como objetivo aprimorar ainda mais seu serviço e reduzir o tempo de entrega, pretende levar este modelo de negócio para todas as capitais em que atua no País e espera ter mais de 100 cozinhas ainda em 2019. Atualmente, a empresa já conta com dark kitchens em São Paulo e em Belo Horizonte, e deve inaugurar em breve em Curitiba, Recife e Fortaleza.

As dark kitchens são um novo conceito para empresas de entrega de alimentos em domicílio, que, por dispensar a necessidade de um espaço de atendimento ao cliente no local, tornam o negócio mais econômico. Além disso, com esta fórmula, os estabelecimentos conseguirão atingir novos públicos, abrindo cozinhas em regiões que antes não alcançavam.

“Acreditamos que dessa forma podemos incentivar os empreendedores a expandirem seus negócios de forma rápida, pois não precisarão fazer um alto investimento inicial em um imóvel, nem em infraestrutura. Além disso, conseguirão aumentar sua cartela de clientes ao atuar em regiões que até então não conseguiam chegar devido à distância. O consumidor, por outro lado, terá uma experiência ainda melhor e mais ágil,” destaca Walter Rodrigues, head de Dark Kitchens da Rappi no Brasil

Além de incentivar o ecossistema de empreendedorismo, com as dark kitchens, a Rappi leva estabelecimentos promissores para novas regiões da cidade, incentivando oportunidades comerciais e a diversidade culinária dos bairros. Ao ampliar a região atendida pelos seus parceiros, a startup aprimora também a qualidade do seu serviço de delivery e o portfólio oferecido aos usuários.

Os espaços terão como foco três tipos de parceiros da Rappi: aqueles que estão com um bom desempenho, mas que suas cozinhas já não suportam tão bem a demanda; os que estão bem estabelecidos em um bairro, mas que ainda não conseguem expandir para outras regiões; e novos estabelecimentos com alto potencial de crescimento que ainda não possuem condições financeiras para investir em uma ampliação.

A Rappi já possui quase 200 cozinhas neste modelo de operação na Colômbia, México, Chile e Argentina, e irá abrir em breve no Peru. Para 2020, a estimativa é ter mais 300 cozinhas na América Latina.

[email protected]

Comments are closed.