Acessibilidade e inclusão são prioridades no Instituto Bourbon e Escola Caetano Vezozzo

0
143

Estrutura e funcionários estão preparados para receber, acolher e acompanhar pessoas com deficiência que frequentam as aulas

Capela Santa Terezinha, ao lado da Escola profissionalizante Professor Milton de Faria Ribeiro

No dia 03 de dezembro é celebrado o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. A data foi instituída em 1992 pela Organização das Nações Unidas – ONU com o objetivo de promover os direitos e o bem-estar das pessoas com deficiência. Em Cambará (PR), o Instituto Bourbon e a Escola Caetano Vezozzo prezam pelo bem-estar, acessibilidade e educação de todos, com atendimento especial para alunos com deficiência e estruturas predial preparada para recebe-los.

É o caso de Carlos Eduardo B. Siquerolli, um aluno cadeirante que está no primeiro ano na Escola Caetano Vezozzo, uma instituição de ensino que possui todas as adaptações necessárias para acessibilidade do aluno no prédio. Além disso, ele conta com o apoio de um funcionário da escola para escrever durante a aula. Já Luis Felipe Anunciação tem autismo em um grau leve e também conta com um acompanhamento especial de uma psicóloga que estimula a comunicação do aluno com outras crianças e com os professores, facilitando o aprendizado.

Gustavo Martins Proença é autista e possui déficit de atenção. Atualmente no quinto ano da Escola Caetano Vezozzo, ele recebe apoio das professoras da instituição para acompanhar as matérias e conta ainda com psicóloga e tutora, garantindo o acompanhamento completo. Andrey dos Santos Santana é outro aluno autista moderado e está no quinto ano.  Ele conta com a ajuda de uma tutora para realização das tarefas pois quer terminar a escola e fazer faculdade de Informática para trabalhar com computadores.

Outra instituição, a Escola profissionalizante Professor Milton de Faria Ribeiro, também de Cambará, inaugura no fim de 2019 um terceiro andar para oferecer ainda mais oportunidades para os moradores da região. Junto com isso ganha um elevador, garantindo acessibilidade para todos os alunos.

Instituto Bourbon

Em 20 de fevereiro de 2013 foi formalizada a fundação do Instituto Bourbon de Responsabilidade Socioambiental. O Instituto Bourbon de Responsabilidade Socioambiental promove ações educacionais, culturais e esportivas subsidiárias ao curriculum escolar oficial nas Escolas Vezozzo da Vila Rotary de Cambará, além de ações sociais e de cuidados da saúde dessa população, promovendo parcerias que espera ver replicadas em outras comunidades.

O maior objetivo do Instituto Bourbon é a promoção do bem-estar social das famílias, com ênfase no enriquecimento cultural das novas gerações e o incentivo para que essas pessoas possam ascender social e economicamente.

A amplitude do seu estatuto e a possibilidade de atuação sem restrição geográfica foram estabelecidas para permitir essas ações sociais, educacionais e culturais através de parcerias ou de maneira própria, de forma a tornar-se um paradigma para outras empresas e instituições brasileiras para transformações profundas e necessárias ao papel que cabe ao Brasil moderno que se deseja construir.

Projetos e Serviços

A Vila Rotary de Cambará nasceu por iniciativa do Diretor de ROTARY INTERNATIONAL (2001-2003), Alceu Ântimo Vezozzo, como uma proposta de resgate social através de moradias para famílias em situação de extrema necessidade; sua escolha para ocupação das 80 casas construídas teve dois parâmetros determinantes: extrema pobreza e número de filhos.

Escola profissionalizante Professor Milton de Faria Ribeiro

No dia 20 de junho de 2017, o Instituto Bourbon de Responsabilidade Socioambiental presenteou Cambará com a Escola Profissionalizante Professor Milton de Faria Ribeiro e, por conseguinte, a belíssima Capela Santa Terezinha.

Bom aluno

A seleção dos melhores alunos para serem contemplados com patrocínio permanente à sua educação e formação profissional foi, provavelmente, o mais ambicioso projeto para 2014 e, claro, se desdobrou nos anos seguintes sendo, em resumo, a premiação ao mérito escolar por empresas ou pessoas que se responsabilizarão pela continuidade da carreira dos selecionados.

Comments are closed.