Agronegócio espera receita 10% maior em 2020

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil prevê alta no faturamento do segmento no ano que vem.

Agência Brasil
[email protected]

Brasília – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) prevê uma alta de 9,8% na receita do setor em 2020 na comparação com 2019. A expectativa é que o Valor Bruto de Produção (VBP), índice que mede a receita dentro da fazenda, totalize cerca de R$669,7 bilhões.

Na avaliação da CNA, a perspectiva de aumento da produção fará com que 2020 seja considerado “o ano do setor”. No caso da carne bovina, a expectativa é de expansão de 22,2% no VBP, atingindo receita de R$ 129,1 bilhões. A pecuária de leite deverá crescer 7,5% o VBP; e o frango, 7,1%.

Na agricultura, o principal destaque ficará com a soja, com previsão de alta de 14,1%, encerrando o ano agrícola  com receita de R$ 165,2 bilhões. Este aumento é atribuído ao aumento dos preços e da produção, informa a CNA.

Ao apresentar o balanço de previsões, o presidente da CNA, João Martins, informou que a entidade está preocupada com as desigualdades sociais observadas no setor. “Menos de 10% dos agricultores detêm 84% da renda do setor. Isso mostra que poucos estão se beneficiando da pungência do setor”, alertou.

Para diminuir essa distorção, a CNA pretende facilitar o acesso à assistência técnicas a esses produtores. A expectativa é que esta medida resulte na “criação de uma nova classe média no setor”.

Comments are closed.