Julie Wein antecipa álbum “Infinitos Encontros” com samba bem-humorado inspirado por ex-amores

0
367

Crédito: Helena Cooper

Após estrear no cenário musical com o clipe “Beiral da Porta”, onde apresentou suas influências de bossa, a cantora, compositora e pianista Julie Wein segue antecipando seu primeiro álbum, “Infinitos Encontros”, com outro gênero carioquíssimo por excelência. Na cadência do samba, o single “Tentei disso e tudo mais” é um relato bem-humorado de um amor que não foi esquecido – e as agruras de quem já buscou as mais variadas soluções para se livrar dos sentimentos pelo outro. A faixa já está disponível para streaming através do selo Cantores del Mundo.

Ouça “Tentei disso e tudo mais”: http://smarturl.it/TenteiDissoETudoMais

Composta pela própria Julie, a música joga um olhar bem-humorado sobre um reencontro com um antigo amor e narra tentativas variadas – de yoga a meditação, de pilates a composição – para evitar uma recaída por uma paixão antiga. Wein é, também, multi-instrumentista, atriz e doutora em neurociências. Ela se guia pelas sensações e emoções que a música provoca no cérebro – mas também por experiências próprias de coração partido.

“Compus esse samba quando descobri que ainda gostava de um ex-namorado de três anos atrás. Imagine o espanto! Minha ideia ao fazer essa música foi falar sobre tudo o que tentei fazer para esquecê-lo de forma leve e divertida”, explica.

No álbum que deverá ser lançado no primeiro semestre, Julie passeia pela valsa, pelo samba, pela bossa nova e por baladas românticas. “Infinitos Encontros” faz jus ao nome: fala sobre encontros e também é feito de encontros. “Metade do CD eu compus sozinha e, a outra metade, é de composições em parceria com artistas que admiro muito”, adianta.

Assista ao clipe “Beiral da Porta”: https://youtu.be/N3j0ICiPa44

Ouça “Beiral da Porta”: http://hyperurl.co/BeiralDaPortaSingle

Julie resgatou no Rio de Janeiro sua vocação musical, quando se mudou de Curitiba para cursar faculdade. Com pai músico e mãe bailarina, desde pequena se interessou pelo universo das artes. Na infância, estudou piano e cantou em corais, mas foi no Rio que começou a fazer shows e a compor suas canções. 

O trabalho, que tem produção musical assinada pelo violonista Victor Ribeiro, vem para coroar uma trajetória já de muita experiência. Julie traz no currículo uma canção – “Poemas de Ti” – na trilha do documentário “Pedaços de Ana”, e participa do doc “Compositoras Paranaenses” com o clipe “Mar Demais” em parceria com Mariana Ferrão. No CD de Robertinho Silva e Alexandre Ito em homenagem a Milton Nascimento, gravou ao lado de Yamandu Costa e Carlos Malta. Foi convidada do Festival Internacional Festina Lente (Espanha), além de ter atuado em peças de teatro e musicais, ter participado de duos com Pedro Franco e Gabriel Geszti e ter atuado como preparadora vocal de peças, musicais e atores.

Além de “Beiral da Porta” e “Tentei disso e tudo mais”, Julie seguirá proporcionando outros vislumbres de “Infinitos Encontros”, álbum que será lançado em março.

Fazer uma ponte e promover a proximidade entre novas vozes de toda a América Latina é a meta da gravadora Cantores del Mundo: combater a sensação de isolamento, de que o Brasil é uma ilha no meio de países hispânicos. Fundado por Tita Parra, neta da lendária Violeta Parra, o selo está sendo consolidado no Brasil com a direção de Arthus Fochi e do produtor musical Guilherme Marques

Ouça “Tentei disso e tudo mais”: http://smarturl.it/TenteiDissoETudoMais

Ficha técnica

Composição: 

Música e letra: Julie Wein

Piano e voz: Julie Wein

Violão e produção musical: Victor Ribeiro

Percussão: Marco Lobo

Clarinete: Joana Queiroz

Captação de áudio e mixagem: Gui Marques

Masterização: Alexandre Rabaço

Selo: Cantores do Mundo

Comments are closed.