Em tempos de pandemia, Instituto TMO solicita recursos para pessoas em tratamento de medula óssea

0
269

Há 31 anos, o Instituto TMO dedica seu esforço, trabalho e dedicação a ações em prol do transplante de medula óssea. Em atividade desde 1988, esta associação de apoio sem fins lucrativos foi fundada por um grupo de empresários que perceberam a importância de colocar em prática uma necessidade fundamental de apoiar os centros de TMO (transplante de medula óssea) e outras doenças raras.

Nessa trajetória, o Instituto TMO realizou e apoiou ações beneficentes, jornadas e encontros nacionais, lançamentos de campanhas solidárias, além de levantar recursos para aquisição de equipamentos médicos e de insumos que beneficiam centenas de pacientes em tratamento de TMO no HC-UFPR/EBSERH. Desde 2016, mantém em funcionamento a Casa Malice, que acolhe e hospeda gratuitamente pessoas de outras cidades que vêm até Curitiba para realizar tratamento de medula óssea – este é o maior projeto da entidade.

No atual momento em que o mundo passa por movimentações de enfrentamento ao coronavírus, mais do que nunca o Instituto TMO precisa da colaboração do maior número de pessoas para dar continuidade a este trabalho e apoiar com recursos financeiros as necessidades de urgência e emergência do TMO-HC, que não são poucas, além da manutenção da Casa Malice.

Uma das formas de doar é por meio da campanha “Abrace o Leão e doe parte do seu imposto”, em que pessoas físicas podem doar até 3% do seu imposto de renda para Instituto TMO até o dia 30 de abril, prazo final em que a Receita Federal receberá as declarações dos contribuintes. As orientações sobre como doar estão no final deste texto.

Pessoas Jurídicas também podem contribuir, mas de uma forma diferente: doando até 1% do imposto devido, deduzindo o valor destinado no pagamento que será realizado no ano subsequente.

Além de doações via renúncia fiscal, o Instituto TMO conta com outras formas para receber contribuições, por meio de notas fiscais (nos programas Nota Paraná e Nota Curitibana) e doações diretas.

Caso você tenha interesse em abraçar a nossa causa e ajudar a manter nossa missão de acolhimento às pessoas na Casa Macile, é possível doar qualquer quantia por meio de deposito ou transferência bancária para a conta do Instituto TMO (Banco Bradesco – Agência 5750 – C/C 96331-3 – CNPJ 81.665.002/0001-00 – Associação Alírio Pfiffer/INSTITUTO TMO). Assim você não precisa sair da sua casa e pode fazer o bem a outras pessoas. Para doações online e outras informações, acesse o site www.institutotmo.org.br e clique na aba ‘apoie’.

Toda ajuda é muito bem vinda, para que pessoas em tratamento de transplante de medula óssea possam ter o apoio mais adequado possível nesta condição delicada pela qual passam suas vidas.

Sonia Regina Moritz Perussolo
Presidente do Instituto TMO

……………………………………………..

Como doar:

Critério: Declarar por formulário completo (seja IR a restituir ou a pagar). Valor: Até 3% do IR devido, referente ao exercício. O valor será calculado automaticamente pelo programa de declaração da receita federal.
1. DOAÇÃO: Depois de informar as possíveis doações realizadas em 2019 e terminar o preenchimento da sua declaração, selecione, “Resumo da Declaração” e escolha a opção “Doação diretamente na declaração – ECA”. Clique em “Novo”, escolha o “Fundo Municipal”; em UF, selecione “PR – Paraná”; e em Município, “Curitiba”. Na sequência digite o valor calculado pelo programa da receita federal.
2. IMPRESSÃO: Entre na opção “Imprimir” e selecione “DARF – Doações diretamente na declaração – ECA”.
3. PAGAMENTO: Pague a guia até o dia 30 de abri de 2020.
4. E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO: Para direcionar sua doação a Associação Alírio Pfiffer/Instituto TMO, envie um e-mail para [email protected], contendo as seguintes informações: Comprovante de pagamento do DARF de doação; nome completo, CPF, endereço e telefone. Obs.: O envio deste e-mail é fundamental para que o seu recurso direcionado aos nossos projetos.
Ou se preferir, entre em contato com o Instituto TMO para emitir a Darf.

Para outras formas de doação, acesse o site: www.institutotmo.org.br

 

Foto: Sonia Moritz Perussolo (Presidente do Instituto TMO) diante da Casa Malice – crédito: Lourivalde Vieira Filho

Comments are closed.