Plataforma de streaming tem investimentos de mais de US$ 21 milhões e chega ao mercado brasileiro num momento de necessidade por conta do Coronavírus

0
117

O trabalho é coordenado pela FanHero, empresa sediada nos Estados Unidos, que já investiu mais de US$ 21 milhões no projeto, que chega ao mercado brasileiro após cinco anos de desenvolvimento. “Com as pessoas dentro das suas casas, por conta do Coronavírus, a nossa ferramenta é capaz de interligar e criar pontes efetivas de comunicação”, explica a diretora da FanHero, Diana Cordeiro. A plataforma possibilita transmissões ao vivo como nunca antes, de qualquer lugar do planeta e a qualquer tempo e podem ser simultâneas e em vários canais, o que é denominado Multi-Streaming. Os vídeos gerados ao vivo também podem ser salvos como postagens e visualizados sob demanda. “É possível interação em tempo real com os usuários, onde quer que ele esteja também”, destaca a diretora da FanHero.

“Desde o início, o streaming faz parte do nosso negócio. Ao longo deste período, a plataforma foi amadurecendo e se tornando cada vez mais robusta para atender às necessidades dos clientes e chegamos no momento que o mundo precisa de alternativas online com essa pandemia do Covid-19”, afirma Diana Cordeiro. Em 2018, a Academy of Interactive and Visual Arts, dos Estados Unidos, concedeu o prêmio W3 qualificando o streaming da FanHero utilizado em um de seus aplicativos como um dos melhores do mercado. “É um reconhecimento externo ao talento de toda a equipe e investimentos que temos feito para aprimorar os nossos produtos”, completa a executiva.

A plataforma da FanHero permite que a proprietária, seja ela uma empresa de mídia, detentora de diretos esportivos, artísticos ou outras organizações, possa construir a sua própria comunidade de usuários. “É um conhecimento real do seu público com todos os dados e informações dos usuários, que irão permitir um aumento de engajamento, monetização de conteúdo, se for o caso, e maior percepção de marca”, esclarece Diana Cordeiro.

A ferramenta possibilita a transmissão com a participação de até um milhão de usuários conectados e a interação em tempo real é feita por chats. O usuário também pode acessar o que está sendo armazenado mesmo durante as gerações ao vivo ou assistir posteriormente, também pode interromper uma exibição e retomar do ponto em que parou, conhecido como Playback Progress. A plataforma streaming oferece ainda atividades multitarefa, onde é possível assistir um vídeo ao mesmo tempo em que se lê uma notícia. A interatividade é total e os usuários conversam entre si e com o criador do conteúdo. “Eles podem votar, participar de pesquisas e comentar sobre algo publicado e ainda competir, um com os outros, participar de um ranking interno e acumular pontos com bases em ações feitas”, conta Diana Cordeiro sobre as funcionalidades.

Comments are closed.