Ginecologista reforça importância de cuidados no banheiro para evitar Coronavírus e outras infecções

Seja em casa, em hospitais, clínicas ou supermercados, uso do banheiro pelas mulheres requer cuidados para evitar o contágio por coronavírus. Juntamente com álcool gel, lenço umedecido deve fazer parte do kit de cuidados básicos para evitar problemas em situações em que se está fora de casa

Com a pandemia do Covid-19 e a constante informação a respeito dos principais meios de contágio, sabemos que a transmissão do Novo Coronavírus pode ocorrer pelo contato pessoal próximo, por isso foram tomadas medidas de isolamento social, para evitar a contaminação por secreções, como gotículas de saliva, espirro, tosse e catarro, que podem contaminar as mãos e/ou superfícies. “Mas o Covid-19 também pode ser eliminado pelas fezes e urina, contaminando banheiros de uso comunitário. Então, se mais de uma pessoa usar o banheiro na sua casa, é necessário fazer a limpeza do vaso após cada uso. Além disso, em casos de banheiros públicos, em hospitais, clínicas e supermercados, lugares que nesse momento ainda estão abertos, os cuidados com a higiene devem ser redobrados para evitar infecções”, afirma a Dra. Ana Carolina Lúcio Pereira, ginecologista membro da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia). “Se possível não use banheiros públicos, principalmente as mulheres, mas se não houver outra opção, o que eu recomendo é evitar tocar as superfícies e agachar as coxas sem encostar no vaso. Há risco de contaminação pela água e assento, não só pelo Coronavírus, mas por micoses, doenças de pele e infecção bacteriana”, acrescenta a médica.

Como a descarga espalha gotículas de água para fora do vaso sanitário, até mesmo o papel higiênico do banheiro público pode ter resquícios de água contaminada, então, segundo a médica o melhor é usar o próprio lencinho umedecido. “Tenha já na bolsa, além do seu álcool em gel, um lenço para higiene íntima”, sugere a médica.

Com relação aos cuidados em casa, as medidas básicas de higiene continuam valendo: abaixar a tampa do vaso ao dar descarga, lavar todas as superfícies do banheiro com produtos para higienização (sabão, detergente, limpadores multiuso com cloro, desinfetantes em geral, água sanitária, além do álcool 70%).

Se há algum doente na sua casa, os especialistas pedem que essa pessoa seja isolada. “Se tiver mais de um banheiro, o ideal é que a pessoa infectada fique com um banheiro, enquanto os outros usam o outro banheiro. Orienta-se também deixar a casa bem ventilada nessas situações”, finaliza a médica.

FONTE: DRA. ANA CAROLINA LÚCIO PEREIRA: Ginecologista, membro da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia), especialista em Ginecologia Obstetrícia pela Associação Médica Brasileira e graduada em Medicina pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro em 2005. Especialista em Medicina do Tráfego pela Abramet, a médica realiza consultas ginecológicas, obstétricas e cirurgias, atuando na prevenção e tratamento de doenças gineco-obstétricas com foco em gestação de alto risco. [email protected]

  • ginecologista reforça importância de cuidados no banheiro para evitar coronavírus e outras infecções

Comments are closed.