Paraná-Online: uma história de sucesso que marcou o jornalismo paranaense

Para homenagear as pessoas que trabalharam para que se tornasse realidade o primeiro portal de notícias do Paraná, o Paranashop reproduz aqui, os últimos registros sobre o Paraná-Online – “Provedor de notícias do Paraná”. O portal, criado em 16 de junho de 1997, foi absorvido em 2016 pelo site do jornal Tribuna do Paraná.

 

 

Duas décadas para recordar

Em menos de cinco linhas, eis a história do Paraná Online:

“Paraná Online é um jornal eletrônico sediado em Curitiba, Estado do Paraná, Brasil.
Na rede mundial da internet desde 16 de junho de 1997, Paraná Online foi concebido por Marcos Paulo Assis, primeiro diretor da nova mídia do Grupo Paulo Pimentel. Hoje pertence à Editora Gazeta do Povo S.A., do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCom), cujo link remete à Tribuna do Paraná.”

Em fevereiro de 1997, Paulo Pimentel, então proprietário do grupo, autorizou Marcos Paulo Assis a desenvolver o site. O projeto inicial tinha por finalidade divulgar os jornais O Estado do Paraná Tribuna do Paraná. Equipe organizada, em pouco mais de três meses o site http://www.parana-online.com.br estava pronto para entrar na rede. Em 16 de junho, o canal de notícias estreou e o jornalista Ruben Dargã Holdorf se tornou o primeiro editor-responsável pela mídia online dos jornais O Estado do Paraná Tribuna do Paraná, permanecendo na função até dezembro de 1999, quando aceitou proposta para São Paulo. Completavam a equipe, o webdesigner Dante Luís Alberti e os webmasters Clemente Moreira Neto e Eduardo Picanço.

Os acessos mal alcançavam as quarenta visitas diárias em setembro de 1997. Somente depois da criação de um novo layout, apresentado no início de 1998, o site decolou de vez, chegando em dezembro de 1999 a mais de três mil acessos diários. O site conquistou credibilidade diante de Paulo Pimentel e da diretoria dos jornais depois de noticiar com exclusividade a morte do alpinista Mozart Catão, em 3 de fevereiro de 1998, furando todos os demais jornais e sites do País. Mensagens como “Vocês estão goleando a concorrência” e “10 a 0 no NYT” chegavam diariamente à Redação e fazem parte da coleção histórica Holdorf.

Memórias do Paraná Online
Pioneirismo da mídia emergente no Sul do Brasil

Logo depois de voltar das férias de verão de 1997, recebi do Charles (Carlos Roberto Tavares), então diretor da Tribuna do Paraná, a proposta para assumir a Secretaria de Redação do jornal. Isso deveria acontecer em um prazo de seis meses, após treinamento na função oferecida. Tratava-se de uma importante ascensão na carreira, cobiçada por muitos colegas, mas relutei em devolver uma resposta definitiva até o dia em que Marcos Paulo Assis me abriu a porta para um novo cenário de atuação.

Atuar junto ao Paraná Online significou mais independência em relação aos impressos O Estado do Paraná e Tribuna do Paraná. Havia a infinita possibilidade de lançar seções inexistentes nos periódicos. Inicialmente preparei três novas editorias: Educação, Ciências e Arqueologia, que se tornou a única a publicar artigos mesmo diante da minha saída do Grupo Paulo Pimentel. Já no interior de São Paulo, firmei acordo com o Clemente Moreira Neto, que assumira a gerência de conteúdo do Paraná Online, para ceder espaço aos alunos de Jornalismo do Unasp por meio da coluna “Canal da Imprensa”. Essa parceria perdurou até 2006. Eu continuei assinando a coluna “Jornalista Sem Fronteiras” até a saída do diretor de Redação, Mussa José Assis, em 2008.

Ao pesquisar recentemente as mais longevas mídias digitais da grande imprensa no Sul do país, percebi o Paraná Online como pioneiro. Sempre haverá dúvidas a respeito do início da Gazeta do Povo na internet, mas deixemos a responsabilidade para os outros. Interessante saber que, de um jeito de ou de outro, alguma influência tive até mesmo sobre a GP, haja vista o primeiro editor online (da GP) Marcio Rogério Flizikowski ter sido meu aluno na UFPR.

Pode-se imaginar que a detentora do nome da primeira mídia digital do Sul olvide a data do início dos trabalhos do Paraná Online e de quem se envolveu na façanha. Nós não esqueceremos a noite de 16 de junho de 1997, nem algumas histórias vinculadas ao pioneirismo, coragem, criatividade,  proatividade e espírito empreendedor da equipe comandada pelo diretor Marcos Paulo. Um dos projetos de Marcos Paulo visava à transmissão de jogos de futebol a distância. O teste realizado nas dependências do jornal, e que o estimulou a desenvolver um site para ambos os títulos de periódicos, ocorreu em 1996, ao tentar transmitir o jogo Ji-Paraná versus Atlético Paranaense (1×4) pela Copa do Brasil. Historicamente, essa foi a primeira transmissão digital empregando os recursos da internet da ocasião.

O projeto amadureceu e, pode-se afirmar com muita certeza, gerou outras criações em outras partes do Brasil. O conhecimento aprendido e desenvolvido no ambiente do Paraná Online, aperfeiçoou-se e atravessou divisas e fronteiras.

Ruben Dargã Holdorf

 

A R Q U I V O    H I S T Ó R I C O …………………………………………………………..

As imagens que ilustram esta página são reproduções obtidas no site Arquive.org

Mídia pioneira comemora oito anos

Há exatos oito anos surgia no Paraná um site que, a princípio, seria para divulgar os jornais O Estado e Tribuna do Paraná. O projeto começou com o então diretor Marcos Paulo Assis, que recebeu de Paulo Pimentel carta branca para a criação do site. Pouco mais de três meses foi o tempo em que Assis levou para organizar a equipe e colocar no ar o http://www.paraná-online.com.br. No dia 16 de junho de 1997 estrearia o canal que hoje é um dos grandes veículos de comunicação do Grupo Paulo Pimentel e que, desde sua criação, prioriza as notícias do Paraná.

“Hoje, com mais de 40 mil acessos diários, o site não fica somente nas matérias produzidas pelos jornalistas do impresso”, diz Clemente Moreira Neto, atual editor responsável. “Foram criadas várias editorias, dentre elas, o Vida e Saúde, contando com pouco mais de dois mil acessos diários”, exemplifica.

Nesses oito anos, a equipe do site já passou por vários editores responsáveis, mas o primeiro foi Ruben Holdorf, que permanceu até o final de 1999. Holdorf conta que cerca de dois meses antes, Marcos Paulo havia convidado para ser o editor responsável pela nova mídia do grupo. “Respondi-lhe que aceitava desde que pudesse fazer uma contra-proposta. Ele me cedeu duas semanas de prazo. Na semana seguinte, Marcos me surpreendeu e perguntou se eu já tinha a proposta. Eu a apresentei e ele aceitou, dando-me toda a liberdade para editar os jornais O Estado do Paraná e Tribuna do Paraná, podendo acrescentar outras editorias, sessões, colunas, etc”, relembra. Holdorf conta ainda, que em setembro do mesmo ano os acessos mal alcançavam as quarenta visitas diárias. “Somente com um novo layout, criado pelo Dante Luiz Alberti na virada de 1997-1998, o site decolou de vez, chegando em dezembro de 1999 a mais de 3.000 acessos diários”, compara o ex-editor. Hoje, professor universitário em São Paulo e diretor da revista Canal da Imprensa, Holdorf recorda uma passagem interessante das madrugadas de 1998.

“No início de 1998, furamos todos os jornais e sites do País ao noticiar a morte do alpinista Mozart Catão, informada pelo irmão de Waldemar Niclewicz em telefonema de São Paulo.

Últimas notícias

Em 2000, o Paraná-Online dava mais um passo para a tendência da internet. Começavam ali as Últimas Notícias, onde o jornalista atualizava o que de mais importante acontecia no Estado. Esse link atualmente tem alcance nacional, já que parcerias com agências foram fechadas e os jornalistas Flávio Augusto Laginski e Priscilla Fogiato fazem atualizações durante o dia.

Flávio, contratado em abril de 2004, também traz suas críticas de cinema ao site. Aliás, o link de cinema é uma das atrações da última reformulação produzida pela equipe do canal, em setembro de 2004. Editada por Clemente, o link ajudou a alavancar os acessos. Também em 2004, o site contou com o reforço da jornalista Priscilla Fogiato, cuja experiência trouxe um toque a mais para os canais de cultura. “Estamos com um projeto de impulsionar nosso link de Artes e Espetáculos, que é uma área que a jornalista domina bem e gosta de fazer”, comenta Neto. O site ainda conta com o jornalista Newton Rodrigo, que faz a edição do material que é cedido pelos jornaisO EstadoeTribuna do Paraná.

Transcrito do site Tribuna do Paraná (antigo Paraná-Online)

Mídia pioneira comemora oito anos

16/06/05 00h00 – Atualizado: 19/01/13 22h52


Paraná-Online completa dez anos

Há dez anos, os paranaenses passaram a contar com um site que até hoje defende, prioritariamente, a bandeira noticiosa do Estado. Em 16 de junho de 1997, entrava na web o Paraná-Online, site do Grupo Paulo Pimentel (GPP). Idéia de Marcos Paulo Assis, então diretor do site, na época em que o Paraná ainda não tinha essa ferramenta para divulgar os acontecimentos do Estado. Com dois jornais de grande circulação no Paraná, O Estado e Tribuna do Paraná, sentia-se a necessidade de colocar as notícias também para todo o mundo. Incentivado por Paulo Pimentel, Marcos Paulo começou a desenvolver o projeto, que contou originalmente com Dante Luiz Alberti e Clemente Moreira Neto, gerente responsável pelo site atualmente.

Os primeiros passos do Paraná-Online foram transferir os conteúdos de O Estado e Tribuna do Paraná à rede. Com a chegada de Ruben Dargã Holdorf para comandar a edição, o site deu um grande passo, já que Ruben passou a incentivar o conteúdo próprio do site. Em 1998, foi criado um material próprio para a Copa do Mundo da França.

Seguindo a tendência da internet, o site, pioneiro no Paraná, passou a atualizar notícias minuto a minuto no ano de 2000, criando o link de últimas notícias e aumentando significativamente os acessos à home. Essa opção, que antes era feita apenas em um período do dia, hoje é atualizada por 18 horas consecutivas.

Saindo na frente mais uma vez, em 2002, a equipe do Paraná-Online passou a transmitir jogos de futebol dos clubes paranaenses pela rede – que veio a se tornar uma das opções mais solicitadas pelos internautas do site.

Destaques

Contando com material próprio para on-line de grandes agências, o Paraná-Online teve como destaque nesses dez anos a cobertura 24 horas do acidente entre o Boeing 737-800 da Gol e o jato Legacy, em setembro de 2006. O site deu a notícia da localização da aeronave bem antes dos grandes portais. Nas eleições de 2006, a equipe do Paraná-Online – composta por Miguel Angelo Manasses, Newton Rodrigo de Almeida, Flávio Laginski e Clemente Moreira Neto – transmitiu a contagem diretamente do Tribunal Regional Eleitoral, gerando novo recorde de acessos ao portal.

Projetos

O site do Grupo Paulo Pimentel, que desde o último dia 17 está com novo servidor, pretende entrar numa fase de integração com as emissoras do GPP. ?Uma interação maior com o público fiel do site está a caminho?, afirma Clemente.

Transcrito do portal Tribuna do Paraná (antigo Paraná-Online)

16/06/07 00h00 – Atualizado: 19/01/13 23h13

 

Paraná-Online completa 11 anos

É com grande prazer que o Paraná-Online publica a mensagem do senhor Ruben Holdorf, que já trabalhou neste portal e trouxe boas memórias ao pessoal da redação com esta mensagem:

“O Paraná Online completa 11 anos e esta data tem um significado especial em minha carreira. Para mim foi um privilégio fazer parte da equipe criadora da nova mídia do Grupo Paulo Pimentel com Marcos Paulo Assis, Clemente Moreira Neto e outros tantos. Tal oportunidade reforçou minha experiência e currículo. Hoje, eu sou diretor de jornalismo numa empresa multimídia na Grande Campinas e leciono num dos melhores cursos de Jornalismo do País. Devo muito e não sei quando nem como poderei retribuir, a não ser com palavras de agradecimento, a Mussa José Assis, Ieda Matías, Adalberto Bueno e ao próprio Marcos pelo período de vitórias alcançadas na Redação de O Estado do Paraná e Tribuna do Paraná. Desejo sucesso a todos aqueles que continuam o trabalho iniciado no século passado.”

Ruben Holdorf – 16/06/2008

Transcrito do site Tribuna do Paraná (antigo Paraná-Online)

17/06/08 12h12 – Atualizado: 19/01/13 23h25

As imagens (fac-similes) foram obtidas através dos portais http://archive.org/web/ e http://oldweb.today/

Paraná Online agora é Tribuna do Paraná

Pioneirismo. Essa talvez seja a palavra que melhor resuma o que representou o nome Paraná Online para o jornalismo para a internet no estado do Paraná. Nascido em 1998 como grande portal de notícias, tinha em seu DNA o compromisso de levar aos paranaenses e demais brasileiros o jeito “da nossa terra” de contar boas histórias e manter o leitor bem informado, 24 horas por dia.

O portal agregava as notícias do jornal Estado do Paraná e Tribuna do Paraná, mas também mantinha equipe própria na produção e apuração jornalística, sendo referência no segmento por muitos anos. Após o fim das atividades do Estado do Paraná, o Paraná Online tornou-se cada vez mais identificado com a Tribuna do Paraná, personalizando aos poucos sua cobertura para os fatos acontecidos em Curitiba e sua Região Metropolitana.

O Paraná Online mudou!

Desde 2016, com os olhos apontados para o futuro e para as tendências não só de mercado, mas também do consumo de informação, a Tribuna do Paraná assumiu definitivamente seu espaço no cotidiano dos leitores curitibanos e incorporou o domínio Paraná Online, tornando-se assim o principal portal de notícias sobre a Grande Curitiba.

Com a missão de abraçar a cidade e ser abraçado por ela, a Tribuna virou sinônimo de jornalismo local, de serviço, positivo, bem feito, com credibilidade e profissionalismo. Compromissos que norteiam todo o Grupo Paranaense de Comunicação, de quem faz parte desde 2012.

Além das muitas conquistas e tendências que lançou, cultivou e transformou, o Paraná Online nos deixa um legado bonito, pioneiro e que nos orgulha muito. Mas agora, até para efeitos de busca e identificação com o leitor, o Paraná Online é TRIBUNA DO PARANÁ.

Transcrito de https://www.tribunapr.com.br/parana-online/

Comments are closed.