“Toma Lá da Cá”. Como mudar esse entendimento?

Ao analisar a atual conjuntura polÍtica e econômica que o Brasil está vivenciando, o advogado Cleverson Marinho Teixeira, comentou  que é  “necessário demonstrar a todos – eleitores, políticos, enfim à toda sociedade – que esse sistema não é o que queremos.  Entendemos que os planos, enfim atitudes e atos governamentais devem estar assentados em princípios, sistemas, obras, que contemplem a todos, e não unicamente àqueles que votaram em um representante, que dará seu voto em troca de uma obra que somente beneficiará os que votam nele”.

“Se não temos ainda a vacina para o Corona vírus, essa postura é pelo menos o remédio para o Brasil e para o Mundo”, salienta o advogado Cleverson.

Para Cleverson Marinho Teixeira, “os  princípios básicos não distinguem essa ou aquela pessoa, mas devem ser aplicados de modo geral, e não se fundamentam em troca ou favorecimentos. Diferenças de tratamento devem ser concretizadas somente aos necessitados ou desfavorecidos, em razão de problemas nas áreas de saúde, aprendizado, trabalho e outros; enfim, àqueles que têm necessidades porque não tiveram a sorte de ter nascido e vivido num ambiente familiar e de convivência exemplares, de amor, consciência, trabalho, bons exemplos, estudo, aprimoramento, educação ou, ainda, que foram vítimas de causas alheias à sua vontade.”

E enfatiza o advogado: “Queremos um sistema que não nos tolha a liberdade e se fundamente na verdade, justiça, solidariedade, honestidade, participação

plena em assuntos de interesse público, no exercício da cidadania, enfim nos princípios do bem.”

–  “Se  não temos ainda a vacina para o Corona vírus, essa postura é pelo menos o remédio para o Brasil e para o Mundo”, conclui.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assine a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

spot_img