3 meios de tratar ou esconder rugas na quarentena, sem uso de maquiagem

É definitivamente possível esconder e tratar as rugas em casa na quarentenasem apelar para o uso de maquiagem

3 meios de tratar ou esconder rugas na quarentena, sem uso de maquiagemPara quem achava que não vivia sem o botox, o ácido hialurônico e os bioestimuladores de colágeno, essa quarentena tem muito a ensinar, principalmente sobre a importância dos cuidados home care com a pele. “Definitivamente, além desses procedimentos, o consultório médico está repleto de tecnologias como o Ultrassom 3D Solon, que é capaz de diminuir as rugas em poucas sessões, ou o Surgical Derm, que elimina o problema em apenas uma sessão por meio de um plasma frio, mas nesse momento de quarentena podemos utilizar algumas estratégias dermatológicas em casa para tratar as rugas”, afirma o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “E nesse momento de estresse constante por conta do isolamento social e da própria doença do Covid-19, é fundamental apostar nos tratamentos com uso de cremes poderosos para evitar que as rugas piorem, bem como tratá-las de forma eficaz”, completa a Dra. Claudia Marçal, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Abaixo, os médicos explicam o que pode ser feito nesse momento para tratar e diminuir as rugas:

Trate com potentes ativos anti-idade e cápsulas

Incrementar os cuidados faciais da rotina diária pode ser necessário. “Vá além da limpeza, tonificação e hidratação, que são essenciais para manter a pele bem cuidada, e use também antioxidantes, preenchedores e peptídeos estimuladores de colágeno”, explica o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr. A dermatologista Dra. Claudia Marçal ressalta a importância de ingredientes-chave, como Sculptessence, Adipofill, Hyaxel, Progenitrix e Alistin. “Sculptessence protege contra a degradação do colágeno, combate a flacidez cutânea e remodela o oval do rosto. Tem ação lifting e pode ser usado no pescoço para rearquitetura. Para ajudar no preenchimento das rugas, Adipofill pode ser utilizado; e para alta hidratação, Hyaxel, Progenitrix e DSH CN devem estar na fórmula”, afirma a médica. Já Alistin é um poderoso antioxidante universal (atual nos alvos hidro e lipofílicos da pele) e, além de proteger o DNA celular, evita que o açúcar excedente ingerido na alimentação degrade as proteínas de colágeno. “Esses ingredientes podem ser combinados com cápsulas em substâncias que atuam de dentro para fora promovendo lifting, hidratando e ajudando a reorganizar as fibras de colágeno”, afirma a Dra. Claudia Marçal. “A fórmula pode conter In.Cell, ingrediente funcional rico em aminoácidos essenciais, importantes para a síntese de colágeno, elastina e GAGs; em associação, pode conter o silício biodisponível Exsynutriment, que atua contra flacidez, reestruturando as fibras de colágeno e elastina. Os antioxidantes Bio-Arct (que age na energia celular) e Glycoxil (evita os malefícios do açúcar na pele) também podem estar na formulação”, explica o Dr. Abdo. Os ativos são encontrados em farmácias de manipulação. “Procure sempre seu médico, que pode orientar a dosagem mais eficiente para o seu tratamento”, completa. “Não esqueça de alimentar-se bem, com dieta rica em proteínas, vegetais e frutas, e diminuição do consumo de carboidratos simples”, diz o médico.

Aposte na speed cosmética para disfarçar as rugas imediatamente

Existe uma série de produtos que são realmente especiais no cuidado da pele para promoverem um efeito imediato, deixando sua cútis perfeita. “São os ativos tensores que causam o chamado ‘efeito cinderela’ ou de ‘speed cosmética’”, explica Mika Yamaguchi, farmacêutica e diretora científica da Biotec Dermocosméticos. “Dessa forma, ao entrar em contato com a pele limpa, esses produtos reduzem instantaneamente as rugas, provocam lifting e são ideais para rugas menores e linhas de expressão”, completa. Ideal para usar antes de festas e eventos, agora eles viraram os queridinhos para esconder as rugas antes da selfie ou da live. “Esses ingredientes ativos favorecem o remodelamento facial de maneira imediata e podem ser usados, sem maquiagem, para ação lifting e para retirar o aspecto desvitalizado da pele, muitas vezes causado pelo estresse e cansaço”, explica. As farmácias de manipulação podem ser aliadas na formulação de cremes com esse fim. Segundo Mika, dois ingredientes ativos se destacam e podem ser usados juntos: Liftessence e Procollasyl. “O primeiro forma um filme elástico, resistente e contínuo, com propriedades tensoras imediatas para pele”, explica. “Já Procollasyl traz o colágeno marinho, ligado aos peptídeos de arroz, para atuar na melhora da textura e hidratação. Esse mecanismo de ação permite que o Procollasyl proporcione um efeito físico superficial sobre a camada epidérmica, suavizando as linhas e rugas finas, conferindo um efeito tensor”, explica Mika. Ainda existe um hexapeptídeo, segundo a dermatologista Dra. Claudia Marçal, com ação dermorelaxante para atenuar rugas e linhas de expressão causadas a partir do movimento muscular. “Ele possui mecanismo de ação semelhante ao da toxina botulínica, porém oferece mais segurança e conforto, pois é aplicado topicamente, sem a necessidade de injeções intramusculares e intervenções dermatológicas. No entanto, o resultado tem efeito efêmero e não duradouro. O produto tem ação por aproximadamente 10 horas, desaparecendo, também se o rosto for lavado”, afirma a médica.

Combine os ácidos com hidratantes

Como estamos dentro de casa cumprindo o isolamento social e expondo menos a pele ao sol, esse é o momento ideal para investir, no período noturno, nos alfa e beta-hidroxiácidos (AHA e BHA respectivamente), ácidos esfoliantes conhecidos pelo seu poder de renovação celular, que impacta na redução de linhas finas e rugas. “Os mais famosos são o ácido glicólico (AHA) e o salicílico (BHA), mas eles têm alguns efeitos adversos, como deixar a pele mais sensível”, afirma a dermatologista Dra. Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Uma boa solução para fugir desses efeitos adversos é investir em um PHA – poli-hidroxiácido! “Eles são os menos conhecidos dos ácidos para cuidados da pele; têm características semelhantes aos alfa-hidroxiácidos, mas têm moléculas maiores. Isto significa que eles penetram de maneira lenta e gradual na pele e, portanto, são menos propensos a induzir efeitos colaterais”, afirma a dermatologista Dra. Kédima Nassif. Atuando como esfoliantes químicos, os PHAs mais comuns são a gluconolactona, o ácido lactobiônico e a galactose, e eles podem ser usados isoladamente ou como um blend em uma formulação. Segundo a médica, por ter uma atuação mais lenta, esse tipo de ácido diminui a sensação de coceira, calor e ardor, que são as reações mais comuns em quem faz tratamento com outros ácidos. Uma boa maneira de potencializar o efeito desses ácidos é utilizando o ácido hialurônico e a Vitamina C no dia seguinte. “Mas sempre consulte um dermatologista para que ele indique a concentração e os ingredientes ideais para que o tratamento surta efeito o efeito desejado na sua pele”, finaliza.

FONTES:

*DR. ABDO SALOMÃO JR: Doutor em Dermatologia pela USP (Universidade de São Paulo). É sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Membro da American Academy of Dermatology (AAD), Sociedade Brasileira de laser em Medicina e Cirurgia e do Colégio Ibero Latino Americano de Dermatologia. Professor universitário, Dr. Abdo Salomão Jr. ministra aulas nos principais congressos nacionais da especialidade. Além disso, já deu aulas na Austrália, Itália e Coréia do Sul. É uma referência em conhecimento de lasers e tecnologias para fins dermatológicos e estéticos. Diretor da Clínica Dermatológica Abdo Salomão Junior.

*DRA. CLAUDIA MARÇAL: É médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). É speaker Internacional da Lumenis, maior fabricante de equipamentos médicos a laser do mundo; e palestrante da Dermatologic Aesthetic Surgery International League (DASIL). Possui especialização pela AMB e Continuing Medical Education na Harvard Medical School. É proprietária do Espaço Cariz, em Campinas – SP.

*DRA. KÉDIMA NASSIF: Dermatologista e Tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e da Associação Brasileira de Restauração Capilar. Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, possui Residência Médica em Dermatologia também pela UFMG; realizou complementação em Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal, transplante capilar pela FMABC e em Cosmiatria e Laser pela FMABC. Além disso, atuou como voluntária no ensino de Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo. www.kedimanassif.com.br [email protected]

Comments are closed.