Allot Anuncia Resultados Financeiros do Primeiro Trimestre de 2020

A receita do primeiro trimestre de 2020 cresceu 16% ano a ano

É reafirmada a orientação de receita para 2020 entre US$ 135-140 milhões

Allot Ltd. (NASDAQ: ALLT, TASE: ALLT), fornecedora líder global de soluções inovadoras de inteligência e segurança de rede para provedores de serviços de comunicação e empresas em todo o mundo, anunciou hoje o resultado do seu primeiro trimestre financeiro de 2020 não auditado.

Highlights

  • As receitas do primeiro trimestre foram de US $ 29,3 milhões, um aumento de 16% em relação ao ano anterior;
  • A margem bruta não-GAAP aumentou para 74,8% em comparação com 72,4% no primeiro trimestre de 2019 e a GAAP aumentou para 74,0% em comparação com 71,2% no primeiro trimestre de 2019;
  • O prejuízo líquido não-GAAP foi de US$ 0,4 milhão e o GAAP foi de US$ 1,7 milhão. Ambos melhoraram significativamente de um prejuízo líquido não-GAAP de US$ 1,9 milhão e GAAP de US $ 3,3 milhões no primeiro trimestre de 2019;
  • O caixa e os investimentos no final do primeiro trimestre totalizaram US$ 110,7 milhões, contra US$ 117,6 milhões no final do ano de 2019;
  • Dois acordos recorrentes adicionais de receita de segurança foram assinados com novas operadoras durante o primeiro trimestre

Perspectivas Financeiras

  • A Administração reitera sua orientação anterior, com expectativas de que as receitas para o ano de 2020 cresçam para entre US$ 135-140 milhões, representando um crescimento acelerado de dois dígitos. Além disso, as expectativas são de que a receita do segundo trimestre exceda a relatada no primeiro trimestre do ano;
  • A administração continua esperando retornar à lucratividade trimestralmente antes do final do ano;
  • A administração também espera fechar negócios adicionais de receita recorrente de segurança em 2020 e reitera que o MAR * (potencial máximo de receita anual das transações concluídas) dos novos negócios que devem ser assinados em 2020 exceda US$ 140 milhões

Comentário da Administração

Erez Antebi, Presidente e CEO da Allot, comentou: “Estamos satisfeitos com os resultados do primeiro trimestre. Aumentamos a receita em 16% ano a ano, melhorando as margens e continuamos a avançar em direção à lucratividade”.

Sr. Antebi, “a COVID-19 apresenta à Allot desafios e oportunidades. As operadoras em todo o mundo estão vendo um crescimento na demanda por largura de banda de até 40%, bem como um aumento nos ataques cibernéticos a consumidores e pequenas e médias empresas. Enquanto algumas operadoras estão atrasando tarefas que consideram menos críticas, vemos a demanda geral por produtos e serviços Allot em níveis semelhantes aos que vimos antes da COVID-19 e, em algumas áreas, até vemos uma demanda um pouco maior”.

Sr. Anteb conclui: “Apesar dos colaboradores da Allot e de nossos clientes trabalharem remotamente, além das outras adaptações que já fizemos, continuamos focados em atingir nossas metas e estamos no caminho de alcançar nosso plano original para 2020. Acredito que, a longo prazo, o crescimento das necessidades de largura de banda e de segurança cibernética aumentarão ainda mais a demanda por soluções Allot”.

Resumo dos Resultados Financeiros do Primeiro Trimestre de 2020

A receita total do primeiro trimestre de 2020 foi de US$ 29,3 milhões, um aumento de 16% em comparação com US$ 25,3 milhões no primeiro trimestre de 2019.

O lucro bruto GAAP para o primeiro trimestre de 2020 foi de US $ 21,7 milhões (margem bruta de 74,0%), uma melhoria de 20% em comparação com US$ 18,0 milhões (margem bruta de 71,2%) no primeiro trimestre de 2019.

O lucro bruto em base não-GAAP no primeiro trimestre de 2020 foi de US$ 21,9 milhões (margem bruta de 74,8%), uma melhoria de 19% em comparação com US$ 18,3 milhões (margem bruta de 72,4%) no primeiro trimestre de 2019.

A perda líquida em base GAAP no primeiro trimestre de 2020 melhorou para US$ 1,7 milhão, ou US$ 0,05 por ação básica, em comparação com a perda líquida de US$ 3,3 milhões, ou US$ 0,10 por ação básica, no primeiro trimestre de 2019.

O prejuízo líquido não-GAAP do primeiro trimestre de 2020 melhorou para US$ 0,4 milhão, ou US$ 0,01 por ação básica, em comparação com o prejuízo líquido não-GAAP de US$ 1,9 milhão ou US$ 0,05 por ação básica no primeiro trimestre de 2019.

O caixa e os investimentos em 31 de março de 2020 totalizavam US$ 110,7 milhões, em comparação com US$ 117,6 milhões em 31 de dezembro de 2019.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assine a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

spot_img