Consolidando liderança nacional, ALDO Solar atinge a marca de 75 mil geradores vendidos

Mesmo em meio a um cenário economicamente desafiador, a empresa vendeu mais de 15 mil geradores este ano e aposta também no crescimento de sistemas OFF GRID

De acordo com dados da ABSOLAR, Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, o Brasil atingiu a marca histórica de 2 gigawatts (GW) de potência instalada em sistemas de microgeração e minigeração. A fonte já representa 99,8% das instalações de geração distribuída do País, num total de 171 mil sistemas solares fotovoltaicos conectados à rede e mais de R$ 10 bilhões em investimentos acumulados desde 2012, espalhados pelas cinco regiões nacionais. Estes números foram obtidos graças as mais de 12 mil empresas de instalação, gerando mais de 60 mil empregos no setor.

Neste sentido, a ALDO SOLAR, uma das principais distribuidoras de equipamentos para geração de energia solar do país e empresa que mais cresce no segmento de energia solar, acompanha a expansão do setor com a distribuição de mais de 75 mil geradores entregues para revendas e instaladores de todo o país.

A empresa também é a distribuidora brasileira com a maior disponibilidade de equipamentos com 10 mil modelos de geradores de energia solar a pronta entrega.

De acordo com Aldo Pereira Teixeira, presidente e fundador da ALDO SOLAR “apesar da crise imposta pela pandemia da Covid-19 no Brasil e no mundo, o setor de energia solar fotovoltaica precisa continuar sua trajetória de crescimento e estamos preparados para assumir a liderança deste segmento. Mesmo com a crise, atingimos a marca de mais de 75 mil geradores vendidos no país. Vamos nos fortalecer para combater a pandemia e assim, quando a escuridão passar, poderemos mostrar que trilhar os caminhos mais iluminados depende de cada um de nós e que a nossa realidade pode ser bem melhor”, explica.

Luz do sol para áreas remotas

A ALDO Solar também aposta forte em iniciativas para atender as necessidades de sistemas fotovoltaicos OFF-GRID. Esses sistemas isolados não estão conectados à rede elétrica e são utilizados armazenando a energia solar por meio das baterias.

O gerador solar junto com o armazenamento de energia é o que faz com que o sistema OFF-GRID seja a solução perfeita para abastecer regiões onde não existe atendimento por parte das concessionárias ou para funcionar como back-up seja para viabilizar o consumo nos horários de pico ou para proteger as instalações fotovoltaicas contra surtos e falhas de fornecimento. Outra vantagem é o seu uso para o bombeamento de água.

Ilha do Cardoso, um paraíso ecológico e sustentável

O Parque Estadual Ilha do Cardoso, um santuário de Mata Atlântica no extremo sul do litoral de São Paulo, localizado no município de Cananéia na divisa com Paraná e 13.500 hectares de área de preservação, não contava com abastecimento de energia elétrica vindo das concessionárias.

Por meio de uma licitação da Fundação Florestal, órgão ligado à Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo, foi instalada uma usina para geração de eletricidade por meio da energia solar fotovoltaica.

A Construtora UBIRATAN contou com a expertise da ION Energia e da ALDO SOLAR e instalou uma usina de energia solar fotovoltaica totalmente OFF-GRID, totalmente independente da rede elétrica, em substituição ao gerador a diesel com 150kVA de potência, que causava perturbação ao habitat natural de centenas de espécies da vida selvagem, além de ruído e fumaça.

O novo sistema é composto por painéis fotovoltaicos que captam a energia solar e a armazenam em baterias de lítio, fornecendo assim energia elétrica aos diversos recursos da Ilha, como a recepção/píer, o centro de convivência, o edifício Integrado, o alojamento Mangue-Seco, o Refúgio Cambui (com 12 unidades) e as casas de apoio (6 unidades).

De acordo com Paulo Baraldi, diretor da ION Energy, “estamos muito orgulhosos em participar desse projeto, não só por se tratar da maior usina fotovoltaica ‘off-grid’ com Victron do Brasil, mas também por saber que o Parque Estadual Ilha do Cardoso passará a usufruir de energia limpa e de forma sustentável por muitos anos”, explica.

Energia nas terras dos Avá-Canoeiros

Para acompanhar a saúde da aldeia indígena da etnia Avá-Canoeiro, localizada a 24 km do último traço de asfalto e nas imediações do município de Minaçu, Goiás, foi construída uma UBS (Unidade Básica de Saúde) equipada com uma usina solar,  viabilizada pela TAESA – Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. por compensação ambiental e fiscalizada pela FUNAI (Fundação Nacional do Índio).

Os Avá-Canoeiros, que pertencem a um ramo da família linguística Tupi-Guarani, habitavam as cabeceiras do Rio Tocantins até a segunda metade do século XVIII. Os sucessivos massacres que se deram a partir da entrada dos primeiros colonizadores do Brasil Central dizimaram a maior parte dessa população.

Hoje, os 10 indígenas remanescentes são atendidos pela UBS e o abastecimento de energia foi viabilizado por meio de um sistema OFF-GRID, comercializado pela ALDO Solar e com projeto e implementação da empresa de engenharia elétrica Fonte Solar, localizada em Brasília – DF, que atua desde 2014 atendendo o Centro-Oeste e Norte do país. O sistema OFF-GRID de 7.035kwp foi instalado com Car Port, que funciona como um estacionamento seguro para a pick-up da FUNAI, e o telhado foi substituído por painéis solares da BYD.

De acordo com Natália Maestá, engenheira eletricista e CEO da Fonte Solar, “todo o projeto foi um grande desafio. Não só para levar os equipamentos para uma área remota, mas também para convencer a tribo toda de que aquele equipamento traria benefícios concretos à aldeia”, conta. “Foi extremamente gratificante trabalharmos neste projeto, levando energia limpa e sustentável, além de contribuir para a saúde e perpetuação de um povo tão guerreiro”.

A empresária conta que o sistema está sendo gerenciado remotamente, de qualquer lugar do mundo, e que permite a operação do posto de saúde e o atendimento de saúde aos índios, 24X7.

Em fase final de negociação junto a FUNAI, a Fonte Solar será responsável pela instalação de um novo sistema para levar a energia solar para as casas da aldeia dos Avá-Canoeiros, assim que a pandemia da Covid-19 passar.

Mais informações disponíveis em: www.aldo.com.br

Comments are closed.