Mariã reflete a vida urbana em rock, indie e tons de brasilidade no EP “Raia Luz”

0
160

Como a colagem de memórias, cenários e sensações presente na capa de seu debut, Mariã quer se consolidar como uma voz de convergência de cenas musicais. Com seu EP de estreia “Raia Luz”, ela une a MPB que vem de família a uma forte postura rock com influência do alternativo e do indie. Disponível em todas as plataformas de música digital, o trabalho teve produção musical de Rodrigo Braga e chega com um vídeo ao vivo para a faixa-título.

Ouça “Raia Luz”: https://smarturl.it/MariaRaiaLuzEP
Assista ao vídeo ao vivo da faixa-título: https://youtu.be/V9wnuUhyLyw

Nascida na serra fluminense e radicada no Rio de Janeiro, Mariã vem de uma família musical. Ela é neta de Lana Bittencourt, uma das grandes cantoras do rádio, e já teve a honra de dividir o palco com nomes como Ney Matogrosso e Rogéria no Teatro Rival. Apaixonada por rock, morou um ano em Londres para realizar mais de 40 shows com músicos brasileiros, em grandes casas londrinas como o Ronnie Scotts Jazz Club. Em 2016, lançou através de um crowdfunding um disco com a banda Rádio Nuvem. Essa experiência pesou na hora de recriar suas experiências musicais na hora de criar suas músicas.

Assista ao vídeo ao vivo de “Meditação Urbana”: https://youtu.be/Ugi8iesAa54

“A MPB não me representava por um todo, apesar das muitas referências e de amar a música popular eu não me via naquela composição por inteira. Era preciso mudar em mim o processo de escrever, amadurecer e entender o meu lugar dentro da música. Fui buscar minhas referências, o início da carreira nas bandas de rock e a turnê em Londres, que me ampliou os ouvidos para as grandes bandas que aquele povo tanto idolatrava nas ruas, nas TVs, nas rádios. Sempre que podia ia aos shows em pubs, via novos artistas e me apaixonava por aquele circuito. Voltei a frequentar festivais de rock, ouvir novas bandas e entender que queria fazer parte disso”, conta ela.

Desde o ano passado trabalhando em sua estreia solo, Mariã une tons de MPB com forte influência roqueira. Para produzir o álbum, a artista convidou Braga, conhecido por seu trabalho com Vanessa da Mata e com quem ela havia trabalhado no disco da Rádio Nuvem.

“Estudei a simples harmonia que o rock traz, mas fui entendendo como a melodia e as letras em português poderiam completar minha composição. Para cada música, uma referência artística passando por Rita Lee e os Mutantes, ao rock alternativo e eletrônico do Radiohead”, explica Mariã.

Feito em um processo de imersão criativa com Rodrigo Braga, que tocou todos os instrumentos, “Raia Luz” teve mixagem de Antoine Midani e masterização de Gabriel Raul. O EP está disponível em todas as plataformas de música digital.

 

TagsMariã

Comments are closed.