O sedentarismo não pode vencer diante quarentena

O Ministério do esporte, após realizar uma ampla pesquisa (Diagnóstico Nacional do Esporte), com mais de 8.000 entrevistados, concluiu que cerca de 46% da população brasileira é sedentária. Isto representa 67 milhões de pessoas, deixando um sinal de alerta para o combate ao sedentarismo no Brasil.

O isolamento social, condiciona as pessoas a ficarem mais paradas, mas isso pode ser prejudicial para a saúde, pois o sedentarismo pode levar a hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansiedade, aumento do colesterol, infarto do miocárdio e lesões musculoesqueléticas.

O ortopedista Daniel Carvalho explica “Uma pessoa é considerada sedentária quando não realiza ao menos 150 minutos de atividades físicas programadas em uma semana (não servem aquelas atividades do dia a dia, como limpar a casa ou levar o cachorro para passear)”.

Entre jovens na faixa etária dos 15 e 16 anos, 32,7% são sedentários e 64,4%, entre os mais velhos (54-74) não praticam nenhuma atividade física ou esportes. o estudo ainda concluiu que 7 entre cada 10 sedentários justificaram que a falta de tempo é o principal fator que impede a realização de exercícios.

Agora é a hora de aproveitar a permanência em casa e realizar exercícios como pilates, ioga, exercícios cardiovasculares como polichinelos e saltos, e aqueles de intensidade como levantar o peso de alguns livros, fazer prancha, abdominais e pular corda.

Daniel alerta “Não deixe que o momento de tensão faça com que você se descuide com outras doenças, pratique exercícios dentro de casa, se mantenha ativo”.

Serviço: Dr. Daniel Carvalho

Ortopedia do Esporte

(41) 30266959 e WhatsApp (41) 97020013

@drdanielcarvalhoesporte

www.ortopediadoesporte.com.br

Endereço: Av. Sete de Setembro, 6496 – Seminário, Curitiba, PR.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assine a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

spot_img