Almir Chiaratti encerra ciclo entre discos com EP e clipe

0
295

Foto por Júlio Andrade

As relações geracionais, a solidão urbana, o caos social e a melancolia pós-carnaval foram temas tratados pelo cantor, compositor e multi-instrumentista Almir Chiaratti em uma série de singles lançadas desde 2016 e que pavimentaram a busca por uma nova identidade sonora. Enquanto finaliza seu novo disco, ele reúne os singles no EP “Seu Almir”, que chega em todas as plataformas de música digital pelo selo Tuaregue. O trabalho chega junto do clipe para a faixa “Triz”, realizado pelo cineasta espanhol radicado no Chile Francisco Varvaró em parceria com Chiaratti.

Assista o clipe “Triz”: https://youtu.be/YvgFBOXt7GA

Ouça “Seu Almir”: http://tratore.ffm.to/seualmir

Enquanto seu álbum de estreia, “Bastidores do Sorriso” (2015) trazia em seu enredo canções confessionais que recebem influência da MPB e do rock psicodélico, suas últimas canções exploravam uma sonoridade inspirada nas vanguardas paulistanas e na música experimental.

“‘Seu Almir’ é uma intersecção, final e início de ciclos. Esse trabalho reúne lançamentos entre 2016 e 2020, minha fase ‘entre-álbuns’. É muito gratificante olhar para trás e ver as parcerias que consolidei e o aprendizado gigantesco que elas me proporcionaram. Desde meu primeiro álbum até a turnê em Portugal em 2017 existe uma constante nesse processo que é o apoio, direto ou indireto, da minha família e amigos, sobretudo de seu Almir, meu pai, que sempre se fez presente nos shows. Em homenagem ao seu 68° aniversário resolvi fechar esse ciclo dando esse presente com as melhores coisas que produzi até agora reunidas”, conta Almir

A faixa-título do EP, inédita nos streamings, é uma declaração-confissão a respeito da parceria entre pai e filho onde o segundo se vê tomado pelo desejo de se aventurar na vida artística e é o carro-chefe deste trabalho. “Seu Almir” ainda questiona os caminhos da democracia em  “Terceiro Turno”; cai na avenida com melancolia esperançosa do maracatu lento de “Bloco Triste” e vê uma separação amorosa como uma foto desbotada do passado em “Triz”. Essa última ganha um registro do caminhar e rotina pré-pandemia das ruas de Santiago pelo olhar de Varvaró e edição conjunta. Os artistas se conheceram quando o cineasta recebeu Almir em seu apartamento por um serviço de hospedagens. Logo surgiu a parceria artística representada com o lançamento do clipe.

Após o EP, o artista se prepara para lançar um EP de poesia e spoken word e seu próximo álbum de estúdio, previsto para 2021 e que tem produção de Federico Puppi. “Seu Almir” está disponível em todos os serviços de streaming de música.

Assista o clipe “Triz”: https://youtu.be/YvgFBOXt7GA

Ouça “Seu Almir”: http://tratore.ffm.to/seualmir

 

Ficha Técnica:

 

“Seu Almir”

Composição: Almir Chiaratti

Violão, Guitarra, Baixo e Vozes: Almir Chiaratti

Bateria: Barbanjo Reis

Teclados: Anderson Cabs

Violoncelo: Federico Puppi

Gravação SP: Fernando Sobreira e Lucas Maggieri

Gravação RJ: Sérgio Carvalho e Barbanjo Reis (Estúdio Camelo Azul)

Mixagem e Masterização: Gabriel Pestana

Fotografia e arte da capa: Julio Andrade

 

“Bloco Triste”

Composição: Almir Chiaratti

Violão e Voz: Almir Chiaratti

Percussão: Marco Lobo e Antonio Macalão

Saxofone: Mateus Da Silva e Eduardo Rezende

Trompete: Thiago Garcia

Trombone: Ciça Salles

Violoncelo: Federico Puppi

Produção: Federico Puppi (Estúdio Ouvido em Pé)

Mixagem: Vinícius Castro

Masterização: Luiz Tornaghi

 

“Triz”

Composição: Almir Chiaratti

Guitarra e Voz: Almir Chiaratti

Violoncelo: Federico Puppi

Bateria: Barbanjo Reis

Teclados: Anderson Cabs

Contrabaixo: Leo Contreiras e Pedro Moragas

Produção e arranjo: Eugenio Dale

Edição: Eugenio Dale, Sergio Carvalho e Barbanjo Reis

Mixagem: Eugenio Dale

Masterização: Luiz Tornaghi

Fotografia: Ana Rovati

 

“Terceiro Turno”

Composição: Almir Chiaratti

Regência Coral: Vitor Damiani

Saxofone: Mateus Da Silva

Violino: Felipe Pacheco Ventura

Percussão: Eduardo Rezende

Produção e arranjo: Almir Chiaratti

Edição: Almir Chiaratti, Sergio Carvalho e Luiz Felipe Netto

Coro: Vitor Damiani, Carine Zurmele, Alexia Candiago, Krishna Atma e Eric Lino

Bandolim, Violão, Baixo, Prato, Carrinho e Panelas: Almir Chiaratti

Mixagem: Luiz Felipe Netto

Masterização: Luiz Tornaghi

Gravado em outubro/2016 no estúdio Camelo Azul.