Especialistas explicam em linguagem acessível razões de todo tipo de dor no quadril

0
138

Especialistas explicam em linguagem acessível razões de todo tipo de dor no quadril

Sociedade Brasileira de Quadril promove evento sobre o tema para a população nesta terça-feira (25/08) às 19h30 no YouTube

Milhões de pessoas se queixam de dor no quadril, que pode ser desde o resultado de um exercício mais intenso, dor que desaparece em um ou dois dias, ou até mesmo um sinal de desgaste da cabeça do fêmur, que se não for tratado adequadamente quando aparece no jovem, vai resultar em problema complexo no futuro.

As explicações sobre as várias causas da dor do quadril e quando é preciso procurar um ortopedista acabam de ser disponibilizadas por especialistas da Sociedade Brasileira de Quadril – SBQ – num Talk Show que pode ser acompanhado pelo canal do YouTube da entidade: do YouTube da SBQ: https://www.youtube.com/channel/UChr3LxX_KG6KlBP1RAduK0A. O encontro será em 25 de agosto (terça-feira) às 19h30. O tema é ‘Porque meu quadril dói?’.

O Talk Show foi desenvolvido pela SBQ “para responder às dúvidas de imenso número de pessoas que ficam em dúvida sobre a importância da dor que sentem no quadril”, explica o presidente da entidade, Giancarlo Polesello, e que também querem conhecer as perspectivas e o prognóstico de um eventual tratamento ou ainda saber quando o caminho é a cirurgia.

O programa será coordenado pelo cirurgião de quadril Cláudio Marques, de Recife/PE, que convidou dois dos maiores especialistas brasileiros, Carlos Roberto Galia, de Porto Alegre/RS e Sérgio Delmonte, do Rio de Janeiro/RJ, para tirarem as dúvidas mais frequentes sobre dor no quadril.

Cláudio Marques conta que no primeiro bloco do debate os médicos falam das várias causas da dor, como da tendenite e da bursite, que são resolvidas com descanso “e não devem ser tratadas com anti-inflamatório, da curiosa ‘síndrome do ressalto’, que leva o quadril a fazer uns estalidos por causa do atrito do tendão com o osso e da dor pontual, que pode ser muito incômoda e preocupar, mas que passa rapidamente sem necessidade de tratamento.

No segundo bloco é discutido o desgaste na cabeça do fêmur, que os médicos chamam de ‘síndrome do impacto femoroacetabular’ e pode evoluir para uma artrose. “Embora muita gente acredite que problemas no quadril ocorrem só em idosos, essa síndrome atinge o jovem e tem causa genética, uma má formação”, explica o especialista. Ele acrescenta que a recuperação é possível e o resultado muito bom, quando o problema é tratado precocemente.

No terceiro bloco os médicos discutem a dor no quadril após a colocação de uma prótese, a dor temporária e a dor que indica algum problema, bem como a solução.

“Para facilitar o entendimento dos pacientes, os especialistas vão incluir no Talk Show transparências e imagens para mostrar exatamente o que acontece no quadril”, explica Cláudio Marques, e o mais importante no programa é a comprovação de que com o avanço da Medicina há recursos para garantir uma ótima qualidade de vida e uma recuperação rápida e completa para a maioria absoluta dos problemas de quadril que, no passado, eram tão difíceis de resolver, conclui ele.