Pedro Mann convida a seguir em frente no clipe e single “Todo Fim é Recomeço”

0
164

É agradecendo pelos aprendizados do passado e seguindo em frente é que o cantor e compositor carioca Pedro Mann continua revelando canções inéditas que estarão em seu próximo álbum. “Todo Fim é Recomeço” é a nova faixa do artista, que está disponível nas plataformas de streaming e ganha também um clipe.

Assista a “Todo Fim é Recomeço”: https://youtu.be/2CMfG52Kpz0

Ouça “Todo Fim é Recomeço”: http://hyperurl.co/TodoFimERecomeco

Criada em torno de um arranjo onde voz e violão deram origem a uma instrumentação que une um quarteto de cordas (com dois violinos, viola e violoncelo) a sintetizadores, a letra é uma história de aprendizado e resignação, aceitando os erros e acertos do passado. “Meu amor/Todo fim é recomeço/No meu canto eu lhe agradeço/E te desejo paz”, se despede Mann.

O clipe segue esse tom bastante pessoal. “A ideia era fazer um roteiro minimalista e simples, assim como a música. Como o arranjo da canção foi todo baseado no voz e violão, pensamos em colocar os dois elementos no ponto central. A iluminação sombreada e a fotografia também dialogam como esse lugar íntimo e autobiográfico da letra, que fala de desapego, saber respeitar os ciclos da vida e seguir em frente. Apesar do toque intimista no clipe, é uma mensagem otimista, de paz”, explica Pedro Mann, que gravou o clipe em sua própria casa com o mesmo figurino que surge na capa do disco, em foto de Fernando Young.

As relações são temática constante no trabalho do artista, que recentemente revelou o single e clipe “Pela janela”. A faixa teve o vídeo gravado pelo próprio Mann em quarentena. Além disso, em tempos de isolamento físico, a entrega ao outro e a diminuição das distâncias nas relações ganhou novas perspectivas em “Nó”.

Assista a “Pela janela”: https://youtu.be/tubV7HFSwpo

Assista a “Nó”: https://youtu.be/gqBUSylBV6E

Conhecido por projetos como o Bondesom, Pedro é um baixista requisitado na cena musical, já tendo dividido o palco com Gilberto Gil, Roberta Sá, Forróçacana e Geraldo Azevedo. Seu primeiro disco solo foi lançado em 2013. “O Mundo Mora Logo Ali” trazia canções autobiográficas e tratava questões interiores. 

No seu segundo lançamento, “Cidade Copacabana” (2016), Mann olhava para o entorno em canções urbanas que remontam ao imaginário de um bairro com dimensões de cidade, onde passou a infância e escolheu voltar. Atualmente Pedro está preparando para seu novo álbum de estúdio. Enquanto isso, o single “Todo Fim é Recomeço” já está disponível para streaming.

Assista a “Todo Fim é Recomeço”: https://youtu.be/2CMfG52Kpz0

Ouça “Todo Fim é Recomeço”: http://hyperurl.co/TodoFimERecomeco

Ficha técnica

Pedro Mann: Voz, violão e baixo elétrico

Ricardo Rito: Synth

Joana Queiroz: Clarinete

Marcelo Cebukin: Flauta

Antonio Guerra: arranjo e regência de cordas

violino: Ricardo Mado da Silva

Violino: Carlos Roberto Mendes

Viola: José Ricardo Velker Taboada

Violoncelo: Pablo de Sá

 

Direção: Tai Fonseca

Direção de Fotografia: Pedro Erthal

Assistente de Direção: Vic Roque

Montagem:Tai Fonseca 

Color Grading e Finalização: Pedro Erthal 

Realização: @produtorapomar