Prótese de quadril pode durar 30 anos, por isso é importante a escolha entre dezenas de opções

0
247

Prótese de quadril pode durar 30 anos, por isso é importante a escolha entre dezenas de opções

Sociedade Brasileira de Quadril promove Talk Show sobre o tema nesta terça-feira (11/08) às 19h30 no YouTube

Quando alguém precisa colocar uma prótese de quadril – e o desgaste da articulação, isto é, a osteoartrose e as fraturas fazem com que cada vez mais gente necessite delas -, o cirurgião precisa estudar cuidadosamente o caso, para decidir que prótese colocar. Afinal, com o avanço da tecnologia é comum que uma prótese fique por mais de 30 anos no corpo do paciente, garantindo uma ótima qualidade de vida para o usuário e a escolha é muito importante.

A colocação é do ortopedista Henrique Gurgel, da Sociedade Brasileira de Quadril – SBQ, que explica: conforme o caso e cada caso é diferente, podemos usar prótese cimentada, prótese não cimentada, próteses de vários tamanhos, com diferentes tipos de cabeça para encaixe no quadril, de metal, de cerâmica, cada uma com indicações próprias.

“O cirurgião também precisa levar em conta o histórico e a idade do paciente, se é um idoso pouco ativo, se um jovem motoqueiro que quebrou o quadril num acidente ou mesmo se é um atleta”, diz ele, lembrando que a Medicina evoluiu tanto que hoje um jovem portador de prótese de quadril pode e deve continuar tendo atividade esportiva, é claro que de acordo com a orientação de seu médico.

Embora a escolha da prótese de quadril indicada para cada pessoa seja atribuição do médico, Henrique Gurgel diz que o paciente tem curiosidade e todo o direito de saber porque determinada prótese foi escolhida.

Para dar essas informações numa linguagem simples e acessível, a Sociedade Brasileira de Quadril vai levar ao ar nesta terça-feira, dia 11 um talkshow coordenado por Gurgel e do qual participam dois dos maiores especialistas, referência em cirurgia do quadril do Brasil, Sérgio Rudelli e Itiro Suziki, do Hospital Sírio-Libanês.

A apresentação, marcada para as 19h30 horas, será veiculada pelo canal do YouTube da SBQ: https://www.youtube.com/channel/UChr3LxX_KG6KlBP1RAduK0A.

Gurgel explica que a Sociedade Brasileira de Quadril está organizando Talk Shows sobre vários problemas do quadril para explicar ao público que, com o avanço da Medicina, o prognóstico do tratamento e da cirurgia adequada para as patologias do quadril é extremamente favorável.

Isso significa que mesmo uma pessoa muito idosa que sofreu fratura de fêmur devido à osteoporose hoje não está mais condenada a viver numa cadeira de rodas, mas terá uma boa qualidade de vida por vários anos, e não terá sua mobilidade comprometida.

Tanto é assim que os cirurgiões da SBQ operaram recentemente em vários Estados do Brasil pacientes com mais de 100 anos. Há um caso de operação com sucesso em paciente com 106 anos e a recuperação é completa, o paciente volta a caminhar logo depois da cirurgia, deambulando com os devidos cuidados, ainda quando hospitalizado, no pós-operatório imediato. Há casos de pacientes centenários operados em São Paulo, Paraná, Amazonas e Mato Grosso, para citar apenas alguns.