Shoppings Curitiba e Estação miram no mercado digital e investem em Delivery Center

0
249

Shoppings Curitiba e Estação miram no mercado digital e investem em Delivery Center

Plataforma integra lojistas físicos, marketplaces e shoppings com centrais de distribuição e entregam o produto no mesmo dia da compra ao cliente

O distanciamento social imposto pela pandemia do novo Coronavírus estimulou transformações em todos os setores da sociedade. O varejo, por exemplo, tem se reinventando para ajustar ao novo comportamento do consumidor e, consequentemente, amenizar o impacto causado nos negócios. Em Curitiba, os Shopping Estação e o Shopping Curitiba reformularam a tradicional forma de vender, focada na loja física, e acelerou o processo de digitalização de seus lojistas. A última novidade foi a implantação da plataforma Delivery Center, uma plataforma completa focada nas vendas on-line.

A solução, desenvolvida pela startup brasileira Delivery Center com base em um modelo de negócio já consolidado no mercado chinês, vai muito além de uma simples compra digital. É um ecossistema que promove a multicanalidade ao integrar lojistas físicos, marketplaces e shoppings com centrais de distribuição em locais estratégicos para fazer a entrega rápida.

“Essa estrutura faz com que o cliente tenha uma experiência garantida, com a entrega do produto no mesmo dia e em alguns casos em uma hora, com toda a segurança, comodidade e tranquilidade que o momento atual exige”, detalha Raphaela Zattar, gerente de Marketing do shopping Estação.

Além de ter uma adesão descomplicada, o Delivery Center centraliza os multicanais de venda em uma única plataforma, com a vantagem de ter um ecossistema que fornece desde tecnologia e consultoria até expertise logística. Tudo para auxiliar o lojista no contato com seu público e garantir agilidade em seu serviço de delivery.

“Essa integração gera economia de escala, rapidez nas entregas e uma relação de parceria entre aplicativos e lojistas. A chegada do Delivery Center representa um importante passo para o varejo de Curitiba e atende ao consumidor que busca praticidade e agilidade.”, completa Luciano Abe, superintendente do Shopping Curitiba.

Na prática, os shoppings passam a ter uma central de entregas, chamada de QG Delivery Center, que recebe o pedido do canal de venda do lojista – site, WhatsApp, drive-thru, app – e o envia a um profissional shopper, que retira o produto na loja. Em paralelo o sistema define a melhor rota para entregador parceiro. Logo em seguida, o item é direcionado à central Delivery Center no shopping, na qual passa por conferência, é embalado e disponibilizado para entrega imediata.

A plataforma Delivery Center já foi implantada em quatorze empreendimentos da brMalls e também está integrada em diferentes sites e marketplaces – como Mercado Livre, Ifood, Rappi, Google e B2W, que possui a Americanas.com, Shoptime e Submarino em seu portfólio. Neles o consumidor pode sinalizar, no ato da compra, a opção de entrega expressa. Lojas como Puket e Moncloa, no shopping Curitiba, e Samsung, L’Occitanne Au Brésil e Lupo, no Shopping Estação, já aderiram ao sistema.

Incremento nos negócios

A brMalls foi uma das pioneiras a investir nessa solução e bons resultados estão sendo conquistados. Em maio, os shoppings da companhia atingiram cerca de 100 mil pedidos via Delivery Center. Dentre os canais conectados ao ecossistema, o WhatsApp foi o grande vendedor das empresas no período, responsável por 12% das compras do segmento de produtos.

Gabriel Carmo, head de business do Delivery Center, acredita que essa evolução de digitalização dos lojistas é um processo natural, visto que hoje temos soluções e tecnologias que desmistificaram todo esse processo. “Estar presente em plataformas de vendas on-line abre um leque de possibilidades, pois é um público consumidor que já existe e está apenas esperando por oportunidades. Em geral, lojistas que aderem a esse universo digital conseguem um complemento importante no faturamento mensal”, explica.

O serviço é uma alternativa importante para os lojistas durante o período de isolamento social e isso se vê nos números. Entre os meses de abril e maio, houve um crescimento médio de 190% no total de vendas e de 2300% quando considerado apenas o segmento de produtos, na comparação com os meses de janeiro e fevereiro de 2020. No mesmo período, o número de novas lojas que aderiram à solução omnichannel, estratégia que integra diferentes canais de comunicação com o objetivo de estreitar a relação entre on-line e off-line, saltou 1500% nos shoppings da brMalls localizados no Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo, Barueri, São Bernardo do Campo e Curitiba.