Hotelaria Hospitalar e Coronavírus: o que sabemos hoje e como isso se reflete na operação

Por Maurício Almendro, diretor da Divisão de Saúde do Grupo Verzani & Sandrini 

Hotelaria Hospitalar e Coronavírus: o que sabemos hoje e como isso se reflete na operação

Quem conhece minimamente a Verzani & Sandrini, sabe que uma de nossas maiores qualidades é compartilhar conhecimento. Faz parte do nosso processo: aquilo que atestamos e aprovamos, bem como aquilo que identificamos como falha e corrigimos, tudo isso entra para nosso fluxo de trabalho de forma pragmática. Foi assim que aprimoramos e elevamos a qualidade das nossas entregas. Quando todos, em todas as pontas, têm acesso à mesma informação, fica muito mais fácil padronizar procedimentos com a eficiência necessária para uma marca do porte do Grupo VS. 

Escolhi abrir o artigo desta forma para explicar o que a pandemia do coronavírus nos trouxe efetivamente de aprendizado em relação à hotelaria hospitalar. Para começar, nunca, como agora, ficou tão evidente a importância do serviço de higienização e desinfecção dentro das rotinas das instituições médicas. 

É claro que sabíamos da nossa responsabilidade, a qual assumíamos com total compromisso. É claro que sabíamos, e ainda sabemos, que um erro mínimo no processo hospitalar pode trazer danos irreversíveis. E, também, é claro que nossos profissionais eram e continuam sendo donos de toda a habilidade técnica e operacional requerida para o desempenho dessas atividades, cientes, inclusive, de que está nas suas mãos uma parte essencial do cuidado assistencial – ou seja, o de garantir que os ambientes são seguros para o atendimento médico e  para a recuperação dos pacientes. 

Mas, apesar de termos essa noção, a crise do coronavírus fez emergir uma autoconsciência nunca vista; assim como médicos e enfermeiros, nós também, do setor de limpeza e de prestação de serviços em geral, pudemos reconhecer e assumir, com muita propriedade, que fazemos a diferença, que podemos contribuir direta e indiretamente para salvar vidas. E, então, pegamos essa missão pelas mãos com afinco e dedicação. 

O resultado disso se refletiu muito rapidamente na operação. Mesmo que estivéssemos diante de um inimigo novo e desconhecido, investimos no que sabemos fazer de melhor: aprender. Nós aprendemos novos processos, novas máquinas, novos produtos, novas regras e, tão logo os testamos e vimos seus resultados, compartilhamos esse conhecimento. 

Não à toa, olhando para trás, é impressionante tudo o que aprendemos num período tão curto, principalmente no Estado de São Paulo, onde a crise se agravou com mais rapidez e intensidade. Hoje, posso dizer que dispomos de um vasto conhecimento teórico e prático para o combate ao coronavírus em todo o Brasil. Nós sabemos quais processos são eficazes para cada situação. E ensinamos, aos nossos profissionais, que as dúvidas precisam ser tiradas; que eles precisam estar seguros do que estão fazendo e do porquê estão fazendo. 

Frente a tudo isso, fico muito orgulhoso em dizer que nossos processos para hospitais estão padronizados na excelência típica do Grupo Verzani & Sandrini e disponíveis para todos aqueles que precisam – e merecem – essa parceria num momento difícil como esse. Nós estamos aqui para aprender e ensinar. 

Assim sendo, para encerrar este artigo, convido você a participar do webinar gratuito “Hotelaria Hospitalar e Coronavírus: Como preparar a infraestrutura do hospital para enfrentar a pandemia”, em parceria com o World Trade Center Curitiba (WTC), que vamos realizar no próximo dia 17/09, às 10h. 

Espero por você para que, juntos, possamos promover o debate que elevará o patamar das nossas instituições hospitalares!

Serviço

Webinar gratuito: Hotelaria Hospitalar e Coronavírus: Como preparar a infraestrutura do hospital para enfrentar a pandemia

Data: 17/09/2020

Horário: às 10h

Local: Canal do Youtube do WTC Curitiba (World Trade Center)