Novo aplicativo permite que qualquer pessoa trabalhe com energia solar no Brasil

Trata-se do Programa de Afiliados do Portal Solar, que bonifica cidadãos sobre a venda de equipamentos fotovoltaicos para clientes indicados

Novo aplicativo permite que qualquer pessoa trabalhe com energia solar no Brasil

Os brasileiros acabam de ganhar um aplicativo inédito que permite a atuação de qualquer pessoa ou profissional no mercado de energia solar no País. Trata-se do Programa de Afiliados do Portal Solar, marketplace de equipamentos fotovoltaicos, que bonifica cidadãos sobre a venda de kits solares para clientes e consumidores indicados.

O novo aplicativo abrange vários modelos de atuação do usuário afiliado e vários perfis de participantes. O programa permite ao cidadão indicar cliente e trabalhar como vendedor, podendo ser um profissional liberal ou um instalador que se cadastra e traz o cliente para o Portal Solar, além de abranger também empresas de instalação que já desenvolvem os projetos e adquirem os equipamentos no marketplace.

“Desta, forma, o programa permite juntar esses diferentes perfis e oferecer novas oportunidades de renda e de negócios para cidadãos, profissionais e empresas”, comenta Rodolfo Meyer, CEO do Portal Solar. “Qualquer consumidor que tiver interesse em energia solar e quiser receber uma proposta comercial do Portal Solar poderá ser indicado pelos afiliados”, acrescenta.

Somente nos dois primeiros meses da fase-piloto, o programa, até o momento, já conta com 2 mil afiliados cadastrados, mais de 700 clientes indicados e cerca de 50 vendas efetuadas, o que perfaz um mais de 7% de conversão em negócios.

Na prática, o Programa de Afiliados é operado de forma remota pelo usuário, via aplicativo, onde são indicados clientes interessados na compra de um sistema de geração fotovoltaica. A partir daí, a equipe do Portal Solar assume todo o processo de negociação e venda. Quando o negócio for efetivado, o participante recebe uma porcentagem do valor total.

O aplicativo permite acompanhar em tempo real o status do processo de compra das indicações e quais os possíveis ganhos ao afiliado. A comissão que será paga é de 2,5% sobre o valor final da venda. O custo dos projetos fotovoltaicos é vinculado ao tamanho de cada sistema instalado, podendo ser de R$ 15 mil para uma residência média até mais de R$ 1 milhão para uma grande empresa.

Para ajudar na capacitação dos afiliados, o programa permite o acesso a uma biblioteca de conteúdos gratuitos e também oferece descontos em cursos voltados para fundamentos técnicos do setor, como os desenvolvidos pela Elektsolar, especializada em cursos e treinamento para o mercado solar.

Outra vantagem do aplicativo é que, como boa parte dos instaladores preferem fazer faturamento direto com o cliente, em vez de comprar e revender os equipamentos, não há necessidade de se manter um caixa robusto nessas empresas. “Como muitos instaladores estão entrando agora no mercado, preferem focar na parte de serviços. O aplicativo dá oportunidade para o profissional manter esse modelo de negócios”, explica. thiago.nassa@totumcom.com.br