Primavera chega e a necessidade de dedetizar também

A estação é a melhor época para acabar com pragas urbanas, enquanto não ocorre sua proliferação.

 

Com a chegada das estações mais quentes do ano não é apenas o coronavírus que preocupa. Com o calor, a umidade e as chuvas, várias pragas urbanas proliferam e aparecem nas residências e empresas: baratas, mosquitos, ratos, formigas e aranhas. E sua convivência com as pessoas não é nada pacífica.

 

Algumas pragas vivem em lixos e esgotos e são portadoras de vírus e bactérias; outras, ao picar causam de uma irritação na pele até crises alérgicas graves. Isso sem falar na aranha marrom, que costuma aparecer na região de Curitiba e cuja picada pode ser fatal. Traças e cupins também são um transtorno, em qualquer estação do ano.

 

Para prevenir infestações, o melhor a se fazer é contratar uma empresa especializada. A tecnologia do segmento permite que não seja mais necessário deixar o imóvel por dias inteiros. “Hoje usamos formulações e equipamentos mais eficazes. Os produtos aplicados são cada vez mais especializados pra cada tipo de praga, sendo mais seguro para as pessoas e meio ambiente e, claro, que mantendo os devidos cuidados no seu manuseio. Acredito que a tecnologia é uma grande aliada do nosso segmento”, diz Ana Saskia Hornig, diretora da DDTEC, de Curitiba.

Primavera chega e a necessidade de dedetizar também Ana Saskia Hornig, diretora da DDTEC: prevenção no controle de pragas começa na primavera

O que esperar

As dedetizações costumam durar de três a seis meses e, em alguns casos, uma visita de monitoramento é recomendada. “As baratas põe ovos (ootecas) e é possível que a pulverização não atinja essa fase. Com o monitoramento, conseguimos acabar com as novas baratas antes que elas cheguem à idade de procriação. Assim, interrompemos o ciclo de vida do inseto”, explica Ana.

 

Conforme for a queixa, há produtos e métodos específicos a serem utilizados no imóvel, como a pulverização e até mesmo as armadilhas. “No caso dos pombos, por exemplo, é preciso realizar algumas intervenções que vão da aplicação de produtos repelentes, a instalação de telas para fechar os vãos do telhado e evitar o retorno dos pombos ao local”, comenta Ana.

 

Prevenção é o melhor caminho

Com a entrada da primavera, fica valendo a máxima de que é melhor prevenir que remediar. Afinal, é melhor solucionar a infestação de insetos e roedores antes mesmo deles aparecerem, facilitando sua contenção. O que influencia um orçamento de dedetização é o tipo de praga e o tamanho do ambiente a ser dedetizado, bem como o tamanho da infestação, por isso o quanto antes a intervenção for feita, mais simples é o controle e menos gastos para o cliente.

Últimas notícias