Busca das empresas por crédito tem queda de 3,3% em setembro, revela Serasa Experian

Região Sudeste influencia recuo do índice, com retração de 7,3%

A busca das empresas por crédito registrou baixa de 3,3% em setembro deste ano, quando comparada com o mesmo mês de 2019. De acordo com o Indicador de Demanda das Empresas por Crédito da Serasa Experian, esta é a terceira queda consecutiva do índice.

Ainda na análise interanual, o recorte por região mostra que o Sudeste lidera a retração, com queda de 7,3%, seguido pelo Sul, que apresentou declínio de 1,2%. Já o Centro-Oeste (1,0%), Norte (5,2%) e Nordeste (1,4%) apresentaram números positivos na procura das empresas por crédito.

Todos os portes de negócios registraram queda, principalmente as micro e pequenas empresas, com declínio na procura por crédito de 3,4%. Em seguida estão as médias (-3,3%) e grandes (-1,2%).

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, a nova queda reflete a insegurança do empresário com o cenário político-econômico. “A sensação de incerteza sobre as reformas administrativas e tributárias costuma deixar os donos de negócios mais cautelosos. O que muitas das vezes pode levar ao adiamento da busca por crédito”, explica.

Feita a análise ano a ano por segmento, a indústria ganha destaque entre os setores com a maior baixa do mês, logo após aparecem as áreas de serviços e comércio, confira:

Comparação mensal
A análise mensal – setembro x agosto 2020 – traz uma variação positiva, com crescimento de 2,5%. Os segmentos de comércio e serviços também registraram alta de 2,5% cada, enquanto a Indústria teve aumento de 1,6%.